até
segunda-feira, 25 de maio de 2020
Safra 2020/2021 do café em Minas Gerais contará com o maior volume de recursos da história do BDMG para o setor

São R$ 392 milhões disponibilizados por meio do Funcafé, alta de 55% em relação à safra anterior - Imagem: Pixabay/CC

BDMG vai operar o maior recurso de sua história voltado para o crédito ao setor cafeeiro: R$ 392 milhões na safra 2020/2021, um aumento de 55% em relação à safra anterior. Os valores foram disponibilizados pelo Ministério da Agricultura, por meio do Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira). Trata-se do terceiro maior orçamento do fundo no Brasil, atrás apenas de bancos com atuação nacional.

Na safra 2018/2019, o BDMG desembolsou R$ 253 milhões, ou 99,5% dos recursos disponibilizados pelo Funcafé, beneficiando cerca de 2600 produtores. “Como banco de desenvolvimento, o papel do BDMG torna-se ainda mais imprescindível no contexto dos desafios socioeconômicos causados pela pandemia de Covid-19. Estamos focados em uma atuação anticíclica para fornecer mais crédito aos setores estratégicos da economia, como as cooperativas e pequenos produtores da cadeia do café”, afirma o presidente do BDMG, Sergio Gusmão.

Por meio do Funcafé, o BDMG disponibiliza três linhas de crédito. A primeira, Funcafé Comercialização, é voltada para cooperativas de produção, com prazo de 12 meses de pagamento. A segunda linha é a FAC – Financiamento à Aquisição de Café, também com prazo de 12 meses, destinada aos comercializadores e exportadoras, indústrias torrefadoras e de café solúvel, além de cooperativas. Já a terceira linha é focada no financiamento de capital de giro para cooperativas de produção e para a indústria de café solúvel e de torrefação, com prazo de 24 meses para pagamento.

Desembolsos para o setor agro

De janeiro a abril deste ano, o BDMG acumula desembolsos de R$ 210 milhões para o setor agropecuário de Minas Gerais, como um todo. O valor é 68% superior ao destinado no mesmo período do ano passado. Além do Funcafé, os financiamentos do BDMG são realizados por meio de recursos do BNDES e de Letras de Crédito do Agronegócio (LCA).

A safra do café

A economia cafeeira de Minas Gerais é a principal do país e uma das maiores do mundo. O estado responde por pouco mais da metade da produção nacional. Segundo análises recentes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa para este ano, em Minas, é de produção variando entre 30,7 milhões de sacas e 32,1 milhões de sacas de café, 25% a 30% superior em relação à temporada anterior. Esta alta se deve à bienalidade positiva da cultura e ao aumento na área de cultivo, de 983 mil hectares para mais de 1 milhão de hectares neste ano.

Últimas notícias publicadas
03/07/2020 Agronegócio faz críticas ao reajuste de tarifas da Cemig
03/07/2020 Semana do Produtor Rural Mineiro 2020 - veja a programação
02/07/2020 Legumes verduras e frutas orgânicas viram negócio para ex-aluno em Carangola
02/07/2020 Pecuária de leite em Urucuia ganha reforço com cursos do SENAR MINAS
02/07/2020 ConectarAgro pretende levar internet 4G a 13 milhões de hectares na zona rural do Brasil
02/07/2020 Produzir Leite pode ser uma atividade lucrativa no atual cenário?
02/07/2020 Cerca de 40 cidades do Sul de Minas já aderiram às videoaulas do Sistema FAEMG
01/07/2020 Live da CNA: Projeto SuperAção Brumadinho ajuda famílias a melhorar produção e escoar alimentos
01/07/2020 No Norte de Minas, demanda por cursos de Mecanização Agrícola cresce mesmo com pandemia
01/07/2020 Bem utilizado, GPS é grande aliado do produtor rural no dia a dia
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br