até
quinta-feira, 17 de setembro de 2020
ATeG Leite e Sebraetec: produtor em Eugenópolis aposta no melhoramento genético
Lílian Moura, de Viçosa

O produtor Luciano Portes Metello tem se destacado entre os assistidos pelo Programa ATeG Leite. Ele tem investido na propriedade com o objetivo de aumentar a produção de leite, que atualmente é de 230 litros por dia, e diz que a meta é chegar aos 1500 litros/dia. O Sistema FAEMG/SENAR/INAES tem dado apoio ao pecuarista por meio do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG Leite e agora ele também pode contar com o auxílio do Sebrae, por meio do Sebraetec, iniciativa que facilita o acesso à fertilização in vitro (FIV).

O grupo no município iniciou-se agosto de 2019 o produtor conta que errava e tinha prejuízos, mas, a partir do ATeG, tem conseguido melhorias significativas. Ele destaca que o comprometimento com o processo é o mais importante. “Tendo o acompanhamento técnico, e a gente fazendo a nossa parte, com certeza o resultado é 100%. Porque a vaca não dá leite, ela produz; então a gente precisa cuidar dela para chegar ao resultado que queremos”.

O técnico Pedro Henrique Fernandes Goulart de Figueiredo explica que a assistência ao produtor tem focado na diminuição do intervalo entre partos e diminuição da idade do primeiro parto no rebanho, para, assim, aumentar a produção e a viabilidade da atividade. Para isso, os esforços estão voltados à boa alimentação, produção de volumoso, manejo e ao melhoramento genético das vacas. Além disso, o produtor já investiu na mecanização da ordenha e em um tanque resfriador.

Vantagens

O gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Viçosa, Marcos Reis, visitou a propriedade de Luciano acompanhado pelo coordenador do segmento de pecuária do Programa ATeG, Rafael Rocha, da analista do Sebrae, Erika Becari Vianna, além do presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Antônio Prado de Minas, Eymard Abreu e do mobilizador Sebastião Oliveira Cortat. Na oportunidade, todos puderam conhecer mais sobre a parceria entre o SENAR e o Sebrae, que atende a produtores como o Luciano.

O Sebraetec oferece o serviço de fertilização in vitro (FIV) com subsídio de 70%. “A genética custa, por inseminação, cerca de R$550 e o produtor investe apenas 30% desse valor, então é um incentivo enorme para melhorar a genética e, com isso, a produção do rebanho”, explica Marcos Reis.

A partir da esquerda: Pedro Henrique, Rafael Rocha, Erika Becari, MArcos Reis, Eymard Abreu, Sebastião Oliveira Cortat e Luciano Metello

Parceria

“A parceria com os produtores assistidos pelo SENAR é excelente porque conseguimos unir a assistência técnica que o Sistema já oferece, à nossa proposta de ajudar os produtores na questão produtividade para que eles tenham maiores ganhos”. – Erika Becari Vianna, analista técnica do Sebrae em Muriaé.

“Através da FIV a gente consegue um ganho genético muito alto, agiliza esse melhoramento em cerca de 10 anos dentro da propriedade. O produtor escolhe um animal de melhor produção, já faz a fecundação em laboratório e tem a vantagem de saber que vai ser fêmea, o que, no caso do Luciano, que tem uma propriedade pequena, faz toda a diferença”. – Pedro Henrique Fernandes Goulart de Figueiredo, técnico do ATeG.

“Vimos que o produtor está confiante na atividade dele atuando dentro das técnicas e do gerenciamento acompanhado pelo técnico. Ele está investindo em tecnologia, e nós, em parceria com o Sebrae Escritório Regional Muriaé, conseguimos levar até ele a biotecnologia com investimento financeiro muito acessível”. – Marcos Reis, gerente Sistema FAEMG/SENAR/INAES regional Viçosa.

“O Luciano é o perfil que a gente deseja para o Programa, porque ele busca a evolução e já apresentou muitos avanços conquistados nesse período de assistência. É um produtor que vive do leite, se dedica 100% à atividade e nesse caso o desenvolvimento é fundamental. Ele tem muito potencial e certamente apresentará bons resultados ao longo dos anos”. - Rafael Rocha, coordenador do Programa ATeG.

Últimas notícias publicadas
19/10/2020 Curso promove construção de Fossa Séptica Ecológica
19/10/2020 Jovens destacam importância dos cursos de Equitação e Doma Racional
19/10/2020 Após um ano da realização do curso de recuperação de nascentes, produtor comemora água saindo da mina
16/10/2020 Benefícios da palma forrageira na alimentação bovina
16/10/2020 Curso em Olímpio Noronha orienta sobre saúde e atenção ao idoso
16/10/2020 Treinamento aborda saúde e empoderamento feminino em Campos Altos
16/10/2020 ATeG Café: produtores do Sul de Minas enviam amostras para o Cupping do SENAR
16/10/2020 Curso de Guindauto Munck é promovido em São Domingos das Dores
16/10/2020 Mobilizadores empenham-se para aplicar pesquisa do Sistema FAEMG
15/10/2020 ATeG leva novas possibilidades a cafeicultores de Eugenópolis e Pedra Dourada
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br