Senar treina trabalhadores no Norte de Minas para a colheita do Café

Uma das exigências da Ecoagrícola Café, empresa localizada em Francisco Dumond, no Norte de Minas, é a capacitação dos funcionários para o trabalho com máquinas agrícolas pelo Sistema Faemg/Senar Minas. Para isso, foi realizado o curso de Operação e Manutenção de Tratores Agrícolas com um implemento (roçadora e carreta) para 10 funcionários recém contratados para trabalhar na colheita, que deve ser iniciada nos próximos dias.

Sebastião Mendes, técnico em agropecuária, é o supervisor geral na empresa. Ele conta que a parceria entre a empresa, a Associação dos Pequenos Produtores do Brejão em Claro dos Poções e Senar Minas para realização de cursos na área de mecanização agrícola é muito importante. “Mesmo nesse período de pandemia causado pela Covid-19 estamos contratando e precisamos capacitar os contratados para operação e manutenção do maquinário, seguindo as orientações sobre a NR 31”, afirmou.

Segundo o instrutor Alex Altino de Melo, os funcionários precisam do uso constante dos EPIS para sua própria segurança e para fazerem a manutenção mecânica e operação correta dos tratores. “O treinamento é uma exigência do Ministério do Trabalho e coloca os operadores a aptos para realizar as atividades na empresa”.

“O treinamento vem neste momento em que o mundo passa pela pandemia da Covid-19, então os alunos também recebem orientações para aprenderem a conviver no dia a dia do trabalho com o uso do álcool em gel, máscara, viseira, hábito de lavar as mãos constantemente e o distanciamento, a fim de protegerem a si próprios, os colegas de trabalho e suas famílias”, acrescentou o instrutor.  

Para os recém-contratados Marcos Ramon Marques, Luiz Gabriel e Valdinei Ferreira dos Santos, foi muito importante participar do curso. Segundo eles, as aulas agregaram mais conhecimentos e melhoraram seus currículos. “Aprendemos sobre a NR 31 e sobre a importância de se usar os equipamentos de proteção individual de forma correta. Também nesse período da Covid- 19, com tantas mortes pelo mundo, temos que nos prevenir e, assim proteger a quem amamos que são nossas famílias”, concluíram.