Força feminina: no noroeste do estado, mulheres dominam cursos de aplicação de defensivos agrícolas

As mulheres dominaram os três últimos cursos de Aplicação de Defensivos Agrícolas realizados pelo Sistema Faemg/Senar Minas na WD Agroindustrial, próximo à Varjão de Minas, no noroeste do estado. Ao todo, 36 trabalhadoras da empresa foram capacitadas para a aplicação manual dos produtos.

A WD é um empresa do setor sucroenergético que desenvolve preparação de solo, plantio de cana-de-açúcar, colheita, fabricação de álcool, açúcar e energia. Os produtos são comercializados no Brasil e no exterior. Atualmente, 35% do quadro de funcionários é composto por mulheres e, segundo o técnico de segurança da empresa, Leandro Gonçalves, quando o trabalho é aplicar defensivos agrícolas manualmente, a prioridade é para elas. “Percebemos que as mulheres são mais cuidadosas, têm mais habilidades para fazer a aplicação manual dos defensivos. Quando a cana está grande, não dá para fazer a aplicação com trator, pois o produto fica apenas na parte de cima da cana e não chega ao solo. É um trabalho minucioso, realizado com excelência por nossas funcionárias”.

Os cursos foram realizados através da parceria do Senar Minas com o Sindicato dos Produtores Rurais de Varjão de Minas. Ao longo dos últimos anos, praticamente todos os funcionários da empresa já receberam alguma capacitação do Sistema. “As capacitações proporcionaram avanços significativos na empresa, somos muito gratos ao Sindicato e ao Sistema Faemg”, acrescenta Leandro. 

A mobilizadora do Sindicato de Varjão de Minas, Vilma Silvério, diz que fica extremamente feliz ao ver a força feminina no campo. “Hoje já vencemos muitos preconceitos, nós mulheres não somos menos competentes que os homens, cada um pode ter seu espaço onde desejar”.