Orientações Administrativas

Os Sindicatos constituem a base representativa do sistema patronal rural em cada município. Identificam problemas do setor, propondo encaminhamento de soluções.

Sindicatos Filiados
Capacitações

No momento, não temos agenda de capacitações. Outras informações: (31) 3074.3026/3074.3028

Compartilhe

1º Concurso de Qualidade de Cafés do Sindiboa

SINDICATOS
ESCRITO POR LISA FÁVARO, DE LAVRAS
01/12/2020 . SINDICATOS, FAEMG

O Sindicato dos Produtores Rurais de Boa Esperança (Sindiboa) e a empresa Cabral Specialty Coffee, com apoio do Sistema FAEMG/SENAR/INAES, promoveram o 1º Concurso de Qualidade de Cafés “Good Hope Coffee”. O evento recebeu 67 amostras de Boa Esperança e região nas categorias natural e cereja descascado. A etapa final e a premiação ocorreram nesse sábado (28) no salão de eventos do Sindiboa.

“O concurso foi um sucesso! É uma satisfação imensa para gente que idealizou, planejou e organizou o concurso. Foi um intenso trabalho nos últimos três meses, tudo muito bem preparado pelos nossos parceiros e apoiadores. Esperamos que esse seja o primeiro de muitos. Só tenho a agradecer a todos os envolvidos que acreditaram no nosso evento”, afirmou o presidente do sindicato, Henrique Pacheco.

Henrique Pacheco (à esquerda), com os vencedores do Good Hope Coffee, da Agropecuária JM

Good Hope Coffee

A seleção dos dez finalistas foi feita pelo instrutor do SENAR, Q-grader e proprietário da empresa realizadora do concurso, Gilmar Cabral, com suporte de sua equipe. A prova de xícara foi transmitida ao vivo pelas mídias sociais do sindicato.

Seis Q-graders avaliaram fragrância e aroma, acidez e corpo dos cafés, atributos que fizeram parte da etapa de análise sensorial do concurso. Após essa avaliação, as notas foram lançadas na planilha. Segundo Gilmar, o café que recebeu nota acima de 85 de pontos é considerado um café especial.

“Sinto-me realizado por contribuir com um evento de café na minha cidade. Quando recebi o convite do Sindiboa, fiquei honrado e feliz. Já participei e realizei concursos em vários lugares do país, mas, quando é na nossa cidade, é muito diferente, inexplicável”, contou Gilmar.

Ao lado do cafeicultor

Os dez finalistas, representantes de empresas e instituições parceiras acompanharam o concurso e, entre os convidados, estava o vice-presidente de Finanças do Sistema FAEMG e presidente das comissões Nacional e Estadual do Café, Breno Mesquita.

“A FAEMG apoia toda ação que faz com que o produtor ganhe mais e melhore a sua capacidade produtiva, sempre em parceria com os sindicatos dos produtores rurais. A iniciativa do Sindicato de Boa Esperança foi fantástica e cabe a nós apoiar, prestigiar e estarmos juntos”, destacou.

Breno Mesquita (ao centro), durante bate papo com os produtores

Reconhecimento

  • 1º lugar – Agropecuária JM Ltda – 88,79 pontos
  • 2º lugar – Alessandra Vilela Fagundes – 88,17
  • 3º lugar – Elias Reis Monteiro – 87 pontos

Os dez finalistas do concurso recebem diploma e produtos. Já os primeiros lugares receberam troféus, premiação em dinheiro e equipamentos agrícolas.

“Fiquei muito feliz com o resultado. Fizemos um processo de fermentação controlada, fomos aplicando a levedura. Tudo foi acompanhado de perto. Foi um trabalho em família. Estamos sem palavras. O sentimento é de gratidão”, contou, feliz, a ganhadora do concurso da empresa Agropecuária JM Ltda, Mariana Araújo.