Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Contagem regressiva para conhecer os melhores de MG

CUPPING ATEG CAFÉ+FORTE
ESCRITO POR JANAINA ROCHIDO, DE BELO HORIZONTE
22/09/2023 . SISTEMA FAEMG, SENAR

Enquanto os amantes de café fazem contagem regressiva para a Semana Internacional do Café – SIC 2023, as provas para selecionar os melhores grãos dos produtores do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG Café+Forte andam a todo vapor em Varginha.

Estes cafés estão participando do tradicional Cupping de Cafés Especiais do Programa ATeG Café+Forte. Em sua 7ª edição, o concurso traz a divisão das provas e a classificação das amostras em duas etapas, ambas nos laboratórios do Centro de Excelência em Cafeicultura (CEC) do Sistema Faemg Senar.

Este ano, cafeicultores de todo o estado enviaram 1.845 amostras, um número cerca de 15% maior que no ano passado, conforme o coordenador do Programa ATeG Café+Forte, o analista João Thomaz Cruz Silva. A equipe é composta por 15 instrutores de cursos na área do café do Senar Minas e quatro estagiários. Juntos, eles estão avaliando cerca de 200 amostras por dia.

“Os avaliadores provaram cafés de pontuações próximas a 90 pontos, excelentes. No geral, a média está melhor do que ao no passado, houve uma evolução. É nítido que o trabalho continuado do ATeG, junto aos cursos de formação profissional rural em pós-colheita, classificação e degustação e torra têm surtido efeito, porque a gente percebe uma melhora na qualidade e na preparação das amostras, o nível está subindo a cada edição”, avalia João Thomaz.

O coordenador já avisa que “muita coisa boa ainda vai aparecer”, pois as provas vão até o final da próxima semana. “Depois dessa etapa, selecionaremos os melhores cafés de cada região conforme as categorias, e os melhores vão para a segunda etapa, no final de outubro. Daí já sairão os premiados, que serão revelados na SIC, em novembro”, informou.

Estrutura de ponta à disposição

Para o diretor do Centro de Excelência em Cafeicultura, Roberto Barata, o cupping é de suma importância, pois possibilita ao produtor mais conhecimento do seu produto – o que significa preços melhores de venda, mais renda e mais qualidade de vida. Ele conta que o objetivo é receber sempre esse tipo de trabalho justamente para melhorar as condições de vida dos nossos cafeicultores. “Aqui no Centro temos laboratórios e uma cafeteria modelo que estão preparados para o trabalho com a maior qualidade possível, com equipamentos modernos e de última geração. Um dos laboratórios inclusive é dedicado aos cafés especiais”, informa.

“Ter o CEC como parceiro do cupping trouxe muito mais agilidade e melhorias nos trabalhos das análises sensoriais”, afirma o gerente regional do Sistema Faemg Senar em Varginha, Caio Oliveira, para quem essa parceria engrandece ainda mais a iniciativa e “contribui rumo à missão do Centro de Excelência, que é ser a maior e melhor referência da cadeia produtiva do café no país”, conclui.

Novidades no Cupping de Cafés Especiais

O Cupping ATeG Café+Forte consiste na avaliação física e classificação sensorial/degustação de amostras de café dos produtores atendidos pelo Programa ATeG, ranqueando-os pela pontuação de bebida de acordo com a escala SCA – Associação de Cafés Especiais (sigla em inglês).

O objetivo é incentivar a produção de cafés de alta qualidade, atendendo aos regulamentos nacionais e internacionais de boas práticas de produção. O evento ainda promove a maior eficácia na conquista de novos mercados e a consolidação dos produtores rurais atendidos pelo ATeG, além de agregar valor aos cafés e, consequentemente, trazer mais sustentabilidade à cadeia produtiva.

Essa edição conta também com novas categorias especiais de premiação que são: Melhor Café Especial – Mulher; Melhor Café Especial – Jovem; e Melhor Café Especial - Manejo Produtivo Sustentável. Todos os vencedores serão conhecidos na solenidade realizada durante a Semana Internacional do Café – SIC 2023, de 8 a 10 de novembro no Expominas, em Belo Horizonte.

}