Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Ex-aluno alcança resultados na suinocultura

EVOLUÇÃO
ESCRITO POR RICARDO GUIMARÃES, DE MONTES CLAROS
23/08/2021 . SENAR

Foram algumas tentativas até José Orlando Rodrigues dos Santos, de 53 anos, conseguir tornar a propriedade rural sustentável e gerando a renda tão sonhada. Após uma vida inteira de trabalho na roça, primeiro auxiliando os pais e, agora, à frente da fazenda, ele viu que precisava reciclar conhecimentos. Morador de São João da Ponte, ele fez o curso de Suinocultura do Sistema FAEMG/SENAR/INAES e investiu em animais de qualidade. Após pensar em mudar de cidade e procurar outras oportunidades de trabalho, hoje tem seu trabalho praticamente girando em torno da criação dos porcos.

“Já mexi com porco, galinha e não dava certo. Há cerca de quatro anos, comecei a fazer os cursos do SENAR. Quando fiz o primeiro, vi que tinha que mudar meu jeito de trabalhar. Fui buscando vários treinamentos até achar um que desse certo para a propriedade. Foi aí que eu vi que dá para sobreviver na zona rural”.

José Orlando tem cinco matrizes, que já renderam 70 leitões em pouco mais de um ano na atividade. Com encomendas constantes, ele vende cada leitão na faixa dos R$ 250. “Se eu tivesse conhecido o curso dez anos atrás, minha vida seria diferente. Antes, jogava milho para o porco à vontade e, ainda assim, demorava mais de um ano para engordar. No curso, vi que estava tendo grande prejuízo. Hoje, na metade do tempo que estava acostumado, já consigo resultados. Consigo produzir mais e com melhor qualidade. Hoje eu termino o mês no verde”, destacou.

Mudança na rotina

Apesar de ser um módulo básico, voltado para o pequeno produtor rural, o curso repassa técnicas pontuais para o dia a dia da criação, como reprodução e manejo, seleção das matrizes, uso da ração, vacinação e higiene, entre outros. “Tem que trabalhar com alimento alternativo de qualidade, mas precisa da ração balanceada, na quantidade certa para cada fase do desenvolvimento do animal. Isso ajuda a ter resultados satisfatórios. Lá, também estavam com problema de morte de muitos leitões, exatamente por algumas técnicas que não sabiam, que são práticas”, explicou o instrutor Rony Ursine Belacruz.

Outro diferencial para que o criador tivesse retorno acima do esperado foi o investimento de recursos tecnológicos na propriedade. Ele é um dos produtores acompanhados pelo Núcleo de Estudos em Produção de Suínos, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e recebe auxílio constante da equipe, coordenada pelo acadêmico de zootecnia Mateus Ferreira Gonçalves.

José Orlando é um dos primeiros pequenos produtores rurais da região a fazer inseminação artificial na suinocultura. “A gente passa noções básicas e, com essa parceria com a UFMG, campus Montes Claros, quem faz o curso e tem interesse recebe o treinamento prático, gratuito. A universidade fornece o sêmen a custo baixo, o que ajuda a melhorar a qualidade dos animais”.

A evolução é motivo de alegria para o instrutor do curso, que, ainda hoje, cerca de um ano após o treinamento, ainda mantém contato com o produtor rural. “Ele tem média de 14 leitões por matrizes, o que está acima da média nacional. É extremamente gratificante e satisfatório para mim e para o SENAR. A gente vai para o campo e tenta passar o melhor. Quando começam a aparecer resultados, é muito bom”, afirmou Rony Ursine.

}