Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Feira em Buritizeiro projeta R$ 100 mi em negócios

FENAVASF
ESCRITO POR RICARDO GUIMARÃES, DE MONTES CLAROS
20/06/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, FAEMG

O assessor especial da diretoria do Sistema Faemg Senar, Antônio Álvares (Toninho de Pompéu), participou ontem (19/6) da solenidade de abertura da Feira Nacional do Agronegócio do Vale do São Francisco (Fenavasf), que acontece na cidade de Buritizeiro. O gerente regional do Sistema Faemg Senar em Montes Claros, Dirceu Martins, também prestigiou o evento.

Toninho de Pompéu fala aos presentes na abertura do evento

A feira, que segue até o próximo dia 21 de junho, é organizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Buritizeiro e tem como objetivo impulsionar o agro na região, por meio de debates, palestras técnicas, mesas redondas, capacitações e ainda exposição e venda de produtos.

Na sua fala, Toninho de Pompéu destacou a importância das diversas cadeias produtivas que fazem do agronegócio brasileiro tão importante e do papel do produtor rural na geração de empregos, movimentação econômica e produção de alimentos.

O presidente do sindicato, Audi Braga, conta que a feira nasceu “no seio do sindicato e da vontade dos produtores”. Ele conta que a região vem se transformando e recebendo investimentos diversos, além do clima favorável, terras agricultáveis e um grande potencial hídrico. “Vários investidores estão chegando, e é por isso que nós chamamos nossa região hoje da mais nova fronteira do agronegócio do Vale de São Francisco”, reforça.

Dirceu Martins (de pé) na abertura da Fanavasf

A feira também cresce igual ao desenvolvimento do município. “O objetivo da feira é fomentar realmente o agronegócio. No ano passado nós tivemos 34 estandes, tivemos um faturamento de R$ 40 milhões em vendas. Esse ano nós temos 60 expositores, quase que dobramos a quantidade e estamos imaginando que vamos conseguir passar dos R$ 100 milhões em negócios”, revela Audi Braga.

}