Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Programa leva resultados a Divinópolis

ATEG OLERICULTURA
ESCRITO POR MARCOS EMMANUEL, DE PASSOS
14/08/2023 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG

O produtor rural Magnaldo Elias de Souza, de Divinópolis, é um dos assistidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Olericultura do Sistema Faemg Senar. Ele, que produz cerca de 200 dúzias de hortaliças, por dia, entre alface americana, alface crespa, cheiro verde, e outras culturas, vê o apoio da instituição como algo primordial para o desenvolvimento de seu negócio.

Produtor Magnaldo Elias de Souza percebeu melhorias no seu negócio desde a implantação do ATeG

“O ATeG está em andamento na cidade desde agosto de 2022 e está sendo um sucesso para a gente. O técnico de campo Roberto está sempre pronto para nos ajudar e esclarecer dúvidas, e já percebemos o aumento da nossa produção e melhoria na qualidade dos produtos. A nossa visão de campo hoje é outra”, disse Magnaldo, que comercializa seus produtos diretamente para supermercados, sacolões e cozinhas industriais na região de Divinópolis, Nova Serrana e Pitangui.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Divinópolis, Irajá Nogueira, destacou a parceria entre o Sistema Faemg Senar e o sindicato no sentido de levar tecnologia e gestão aos seus associados. “O ATeG está dando oportunidade para uma formação qualificada aos olericultores de nossa região.  São pessoas ligadas ao campo que agora vão desenvolver suas atividades de maneira mais técnica, o que vai melhorar a qualidade de vida para suas famílias, desenvolvimento econômico para Divinópolis, e mais empregos para toda a cadeia produtiva do agronegócio”, ressaltou.

A produtora Thalita Vitória Vaz viu sua produção dobrar, o que levou a um aumento substancial nos lucros, economia em insumos e otimização dos recursos da propriedade. “As perdas de mudas diminuíram também. Estamos com muitos projetos para colocar em andamento nos próximos meses e, entre as inovações, estamos diversificando mais a nossa produção. Outro ponto importante é que estávamos com a fértil-irrigação parada e hoje já estamos trabalhando com ela de forma adequada”, afirmou.

Thalita Vitória Vaz relatou aumento nos lucros, economia em insumos e otimização dos recursos da propriedade

Treinamento

Com objetivo de atualizar os técnicos de campo do Sistema Faemg Senar que atendem a cadeia produtiva no estado, padronizar o atendimento, promover a troca de conhecimento e a melhoria contínua do programa ATeG, foi realizada, na última semana, uma capacitação. O encontro, que contou com a presença de 25 técnicos, ocorreu na propriedade do produtor rural Magnaldo, com o apoio do Sindicato dos Produtores Rurais de Divinópolis.

Encontro de técnicos de campo em Divinópolis

“Esses encontros são importantes para os técnicos aprimorarem os processos de coleta de dados em campo, trabalharem as informações na parte gerencial das propriedades, aprenderem como apresentar os dados obtidos ao produtor, como explicar o que cada número significa e a influência na gestão financeira da propriedade. Além disso, propor adequações e recomendações técnicas e gerenciais”, explicou o analista de assistência técnica e gerencial do Sistema Faemg Senar, João Thomaz Cruz Silva.

Sobre o ATeG Olericultura

O AteG Olericultura tem duração de dois anos, é gratuito e direcionado a agricultores familiares e com alta produção. Seus objetivos são promover sustentabilidade ambiental, econômica, social e profissional, a utilização de novas tecnologias, o alinhamento com o calendário sazonal de cada cadeia produtiva, a prestação de assistência técnica e gerencial individualizada, além do acompanhamento periódico dos resultados e da capacitação contínua do produtor rural.

}