Conheça o INAES

O INAES (Instituto Antonio Ernesto de Salvo) é uma associação civil sem fins lucrativos, dedicada ao desenvolvimento, pesquisa e inovação de sistemas produtivos. Atua em parceria com instituições públicas e privadas para fomentar a evolução das cadeias do agronegócio.

Projetos Estudos e Publicações
Editais

Pesquise todos os editais emitidos pelo SISTEMA FAEMG (FAEMG, SENAR, INAES e Sindicatos).

GISA - Plataforma Digital de Desenvolvimento Rural Integrado e Sustentável

A Plataforma Digital de Desenvolvimento Rural Integrado e Sustentável - NovoAgro 4.0 - tem como objetivo promover a inovação e o

Plataformas digitais são definidas como uma infraestrutura e arquitetura digital (de sistemas), baseada nas nuvens (cloud), interativas (redes), com regras de negócios que facilitam a interação entre usuários e desenvolvedores de conteúdo (serviços). As regras de negócios definem as camadas de dados e informações sobre as quais se pretende extrair valor e sobre as quais a organização ou empresa tem maior atenção.

 

A Plataforma Digital de Desenvolvimento Rural Integrado e Sustentável - NovoAgro 4.0 - tem como objetivo promover a inovação e o desenvolvimento rural em bases sustentáveis e de forma integrada, através da melhoria contínua da gestão dos estabelecimentos rurais

considerando parâmetros econômicos, ambientais e socioculturais nos agroecossistemas, a partir da análise de dados obtidos nos estabelecimentos pertencentes a um território, proporcionando condições para aumento da competitividade dos negócios envolvidos, a sustentabilidade do território e a saúde e qualidade de vida do produtor, colaboradores e seus familiares.

 

É um modelo de negócio baseado na computação cognitiva, que visa aperfeiçoar a compreensão dos gestores sobre os problemas que afligem o produtor e a produção rural, com base no tratamento do grande volume de dados gerados nos programas e projetos de assistência técnica e gerencial.

 

Irá gerir um conjunto de informações a partir da sistematização de dados obtidos, em uma primeira fase, com a aplicação do diagnóstico de sustentabilidade em propriedades rurais de um determinado território e pertencentes a um sistema produtivo.

 

A Plataforma foi construída a partir do instrumento ISA – Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas, utilizando tecnologias da informação como Data Warehouse (DW), Business Intelligence (BI) e Data Mining (DM).

 

O ISA foi gerado pelo Governo de Minas a partir do desenvolvimento de métricas e parâmetros em um conjunto de indicadores que permitem ao produtor, tomador de decisões, identificar riscos e oportunidades dos diversos usos e ocupações do solo no estabelecimento rural. O sistema de indicadores propõe uma abordagem holística da propriedade, sobre os pilares ambiental, social e econômico, em uma escala temporal mais ampla, permitindo definir estratégias de curto, médio e longo prazo para o planejamento do estabelecimento rural. A planilha ISA é uma ferramenta pública e disponível para uso na internet.

 

Um Data Warehouse (Armazém de Dados ou Depósito de Dados) é um sistema de computação utilizado para armazenar informações relativas às atividades de uma organização em bancos de dados, de forma consolidada. O desenho da base de dados favorece os relatórios, a análise de grandes volumes de dados e a obtenção de informações estratégicas que podem facilitar a tomada de decisão.

 

O DW nada mais é do que um depósito de dados, projetado especialmente para organizar os dados de tal forma que facilite e viabilize o acesso a informações, o que não é possível no modelo tradicional de armazenamento de dados. Quando um sistema é construído, o objetivo da maioria é facilitar a coleta e armazenamento de dados, porém o modelo tradicional privilegia a gravação e leitura, sem se preocupar com a geração de informações e conhecimento.

 

O termo Business Intelligence (BI) pode ser traduzido como Inteligência de negócios e refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte a gestão de negócios. O BI utiliza técnicas em conjunto com o DW para analisar os dados.

 

Mineração de Dados (Data Mining) é o processo de explorar grandes quantidades de dados à procura de padrões consistentes, como regras de associação ou sequências temporais, para detectar relacionamentos sistemáticos entre variáveis, detectando assim novos subconjuntos de dados.

 

O DM é um conjunto de técnicas usadas na descoberta de padrões, possibilitando descobrir informações e gerar conhecimento relacionado aos dados onde essas técnicas são aplicadas. Como existem diversas técnicas, conhecidas como algoritmos, o DM é sem dúvida o mais complexo, exigindo um conhecimento elevado de quem faz uso, tanto na preparação dos dados, quanto na interpretação das informações.

 

Registros, muitas vezes, representam apenas dados e não conhecimento. A Descoberta de Conhecimento em Bancos de Dados (Knowledge Discovery in Databases – KDD) constitui-se de um processo, não trivial, de extração de informações implícitas, previamente desconhecidas e potencialmente úteis, a partir dos dados armazenados em um banco de dados.

 

Estrutura dos Indicadores de Sustentabilidade e subíndices agregados

 

O dashboard apresenta os resultados condensados das propriedades avaliadas em um determinado projeto. De maneira rápida e visual, tem-se um balanço dos resultados (médias) para análise geral dos gestores.

Tela do dashboard na Plataforma

 

Tela do dashboard na Plataforma
Tela do dashboard na Plataforma

Inteligência Analítica

 

No módulo de Inteligência Analítica são realizadas análises mais elaboradas dos dados coletados pelos técnicos.

 

Gráfico de relevância de atributos na Plataforma
Árvore de áreas reais na Plataforma, por propriedade avaliada

 

}