Compartilhe


Cachaças Mineiras são destaque na 12ª ExpoCachaça

ATEG AGROINDÚSTRIA DE CANA-DE-AÇÚCAR / CACHAÇA
ESCRITO POR IZABELLA MACHADO, DE ARAÇUAI E FLÁVIO CHRISTO, DE JUIZ DE FORA
26/05/2023 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG

Vários dos produtores são atendidos por grupos de Assistência Técnica e Gerencial - ATeG Agroindústria da Cachaça

Técnico de campo Eduardo Vidal e o produtor Flaviano da Cruz, da Cachaça Sabinosa

Alambiques de Minas Gerais conquistaram 57 medalhas na 12ª edição da ExpoCachaça, o mais importante concurso de bebidas destiladas do Brasil. Foram 22 medalhas de ouro, 16 de prata, 16 de mérito sensorial e uma medalha Duplo Ouro, que coroou a melhor bebida do concurso. Também foram premiadas duas destilarias na categoria Gin. 

Vários desses produtores são atendidos por grupos de Assistência Técnica e Gerencial - ATeG Agroindústria da Cachaça, nas regiões de Bicas, Bom Jardim de Minas, Rio Espera e Salinas. Foram 13 cachaças premiadas. Para o gerente regional do Sistema Faemg Senar em Araçuaí, Luiz Rodolfo Antunes Quaresma, a premiação reforça a importância do ATeG. 

“Mostra que, especialmente na agroindústria, além de tratar temas técnicos e trabalhar a gestão, agrega potencial às marcas atendidas”, assinalou o gerente. Para Wander Magalhães, gerente regional do Sistema Faemg Senar em Juiz de Fora, o expressivo resultado é fruto da boa qualidade do produto mineiro, um dos mais apreciados por quem gosta de saborear um bom aperitivo. 

“A cachaça de Minas é referência para todo país pela sua qualidade e diversidade no aroma e sabor. O ATeG Agroindústria de Cachaça veio reforçar isso e trouxe conhecimento técnico para inovação do produto no processo produção, agregando valor e diversificando sabores e aromas com blends de altíssima qualidade. Além disso, ensinou o produtor a fazer gestão financeira, reduzindo custos, solucionando gargalos técnicos na propriedade, aprimorando a produção de cana, aprendendo a lidar com o mercado de forma competitiva, legalizando o produto e, principalmente, melhorando sua lucratividade", afirmou Wander.

Vencedores comemoram os resultados

Para quem produz, é um prazer e uma honra estar entre as melhores cachaças do país. Edvaldo da Silva Rodrigues é alambiqueiro da cachaça Morro Velho, vencedora da medalha Duplo Ouro pelo segundo ano consecutivo na categoria Safras Especiais, além de ter recebido também a medalha de mérito sensorial na categoria madeiras estrangeiras. Para ele, o segredo do sucesso é um produto de qualidade desde a base, com uma boa cachaça branca, que vai ser envelhecida e trabalhada com o blend de madeiras.

“Eu não tenho nem palavras para expressar, a gente batalha bastante, seguindo todas as normas para fazer uma cachaça de qualidade.  Ganhar uma premiação como essa, dois anos seguidos, é uma satisfação imensa. Toda a equipe faz um trabalho primordial, é um processo complicado, desde o plantio até a parte administrativa, mas conseguimos um trabalho primoroso”, detalhou.

A grande bicampeã, medalha duplo ouro por dois anos consecutivos, Reserva Morro Velho

Um dos destaques do concurso foi a cachaça produzida por Valdinei Vicente de Assis, da cidade de Rio Espera. Ele produziu um blend de cinco madeiras: Amburana, Bálsamo, Jequitibá, Carvalho e Canela Sassafrás. O sabor surpreendeu os jurados e ele foi vencedor na categoria Blends.  

“Essa conquista representa a realização de um sonho que começou lá atrás, em 1982, quando minha família decidiu se dedicar à produção de cachaça. Ao longo desse caminho, buscamos conhecimento e capacitação, e isso se tornou possível graças aos vários cursos que realizamos no Senar. Hoje estamos participando do programa de assistência técnica e gerencial, que nos proporciona um acompanhamento eficaz por parte do Sistema Faemg”, afirmou Valdinei. 

Paulo Cézar da Silva é o produtor da Cachaça Capitão, que recebeu a medalha de prata. Ela foi armazenada em barris de amburana e surpreendeu já em sua primeira participação. “É uma grande satisfação já na primeira safra estar entre as melhores cachaças do Brasil. Isso mostra nosso compromisso com a qualidade em produzir o melhor para nossos clientes. Cachaça Capitão experimenta quem pode, bebe quem tem juízo”, brincou César. 
Resultado do bom trabalho dos técnicos de campo

Na cidade de Rio Espera, o ATeG Cachaça tem conseguido resultados surpreendentes. Com o acompanhamento da técnica de campo Fabiane Souza, o alambique do Valdinei alcançou a excelência e foi aclamado por seu ótimo produto no concurso.  “A assistência técnica e gerencial veio para revolucionar a vida profissional desses produtores rurais. Eu, como técnica de campo e consultora na área das bebidas, venho acompanhando a evolução deles e, para mim, é uma honra poder contribuir de alguma forma. Para mim é uma honra estar fazendo parte disso”, disse Fabiane.

Estevão Castro é o técnico que atende às cidades na região de Bicas e acompanha os alambiques do Duim e Vista Verde. Ele afirma que apenas com empenho e boa vontade é possível alcançar o padrão de excelência apresentado no concurso. 

“Eles executam as indicações técnicas e estão em estágios avançados de produção. Estavam estruturados no início do programa e foram implantando melhorias. Uma cachaça é a campeã pelo segundo ano consecutivo do maior prêmio do concurso, além de termos estreantes que já saíram de lá com três medalhas. Fico sem palavras, pois é o concurso mais importante de cachaça do Brasil. O melhor é que essas medalhas refletem em vendas e faturamento, pois esses produtos passam a ser mais procurados pelo consumidor, além de ter um maior valor agregado”, contou Estevão.

Em Salinas, o técnico de campo Eduardo Vidal relatou que as principais dificuldades dos produtores que ele acompanha eram similares antes da entrada do ATeG: “canaviais pouco produtivos, variedades obsoletas, e baixo conhecimento técnico de produção”, exemplificou.

Como tudo era bem parecido, as atitudes tomadas nas propriedades foram também semelhantes. “Correção do solo e adubações de cobertura associados a irrigações eficazes, colheita no melhor período de maturação das canas, produção de leveduras próprias e destilações mais eficazes, extraindo o melhor produto para armazenamento”, disse Eduardo, que destacou o envase, como um momento importante e de ‘polimento’ para retirada de impurezas. “Esse conjunto trouxe tais premiações em concursos nacionais tão sérios e concorridos, posicionando as marcas em lugar de destaque no mercado”, concluiu. 

Sucessão familiar e sucesso

Flaviano da Cruz, da Cachaça Sabinosa (Salinas), contou que a família está no ramo há mais de 30 anos, mas a sucessão familiar aconteceu há apenas dois, quando ele começou a gerenciar a marca após a morte do pai, Sabino Pinto de Souza, um expoente da bebida local.

Ele então conheceu o técnico do ATeG Cachaça, que o encaixou na primeira turma. “Enriqueceu os meus conhecimentos na gestão, controle de qualidade, inovação, e me proporcionou, no ano passado, também ser premiado com medalha de prata no concurso CNA Brasil Cachaça de Alambique”, relembrou.

Flaviano conta que, para 2023, a promessa era levar a medalha de ouro na ExpoCachaça, em Belo Horizonte, mas “a prata foi muito importante e comprovou, mais uma vez, a qualidade do produto e abriu mais portas para a comercialização”. 

A cachaça premiada será base para a bebida que o produtor irá lançar no Festival de Salinas. “Será uma cachaça suave, com sabor de madeira estrangeira. Bem diferente do que produzimos na região”, garantiu. 

Confira a lista com os vencedores que participam de grupos de assistência técnica e gerencial promovidos pelo Sistema Faemg Senar:

CATEGORIA: SAFRAS ESPECIAIS

Medalha Duplo Ouro
Reserva Morro Velho
Alambique Vista Verde
Cidade: Bicas
Recebeu pelo segundo ano seguido a premiação duplo ouro. 
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Bicas

Medalha de Prata
Sabinosa Jequitibá
Cachaça Sabinosa
Cidade: Salinas
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Salinas

CATEGORIA: BLENDS

Medalha de Ouro
Cachaça Rio Mineiro Blend 5 Madeiras
Valdinei Vicente de Assis
Cidade: Rio Espera
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Conselheiro Lafaiete

Medalha Mérito Sensorial

Cachaça Do Duim 4 Madeiras
Alambique do Duim
Cidade: Mar de Espanha
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Bicas

CATEGORIA: CACHAÇAS BRANCAS

Medalha Ouro
Cachaça Tiziu Virgem
Cachaça Sabiá
Cidade: Salinas
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Salinas

Medalha de Prata
Cachaça do Duim Prata
Alambique do Duim
Cidade: Mar de Espanha
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Bicas

Medalha Mérito Sensorial
Nova Aliança Prata
Cachaça Beija-Flor 
Cidade: Salinas
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Salinas

CATEGORIA: MADEIRAS BRASILEIRAS 

Medalha de Prata
Cachaça do Capitão Amburana
Cachaçaria Fazenda do Engenho
Cidade:  Bom Jardim de Minas
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Bom Jardim de Minas

Medalha Mérito Sensorial
Nova Aliança Umburana
Cachaça Beija-Flor 
Cidade: Salinas
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Salinas

CATEGORIA: MADEIRAS ESTRANGEIRAS

Medalha de Prata
Cachaça Me Leva Carvalho
LM - Cachaça e derivados de açúcar
Cidade: Andrelândia
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Bom Jardim de Minas

Medalha Mérito Sensorial
Cachaça Do Vovô Reserva
Alambique do Duim
Cidade: Mar de Espanha
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Bicas

Ouro 1

Produzida pela Cachaçaria Erva Doce
Cidade: Salinas
Atendido pelo ATeG Através do Sindicato dos Produtores Rurais de Salinas

Cachaça Morro Velho Carvalho
Alambique Vista Verde
Cidade: Bicas
Atendido pelo ATeG através do Sindicato Rural de Bicas

Links para Rede Social

Cachaça Morro Velho: https://www.instagram.com/cachacamorrovelho/ 
Cachaça do Duim: https://www.instagram.com/cachacadoduim_/ 
Cachaça Capitão: https://www.instagram.com/cachacadealambique_capitao/
Estevão Castro, técnico de campo: https://www.instagram.com/estevao.scastro/
Fabiane Souza, técnica de campo: https://www.instagram.com/fabianesouzac_/ 
Sindicato Rural de Bicas: https://www.instagram.com/sindicatoruraldebicas/
Cachaça Tiziu: https://www.instagram.com/cachacatiziu/

 

}