Compartilhe


Economia com compra coletiva e doação de mudas

SILVICULTURA
ESCRITO POR LÍLIAN MOURA, DE VIÇOSA
08/07/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, FAEMG

Produtores rurais de eucalipto atendidos pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Silvicultura, do Sistema Faemg Senar, em São Domingos do Prata, obtiveram uma economia de 30% ao realizar uma compra coletiva de adubo este ano, em comparação com o preço praticado no mercado local.

Essa é a segunda vez que o grupo realiza uma compra conjunta de adubo. A iniciativa foi possível graças à participação de 26 dos 30 produtores atendidos pelo ATeG Silvicultura. Na primeira compra, em 2023, 23 produtores participaram. “O grupo está cada vez mais unido e mostrando que a união faz a força”, afirma o produtor Mário das Graças.

Compra coletiva de adubo gerou 30% de economia para os produtores rurais

Compra em conjunto e apoio da prefeitura

A compra em conjunto permitiu que os produtores obtivessem um preço mais vantajoso do adubo, um insumo essencial para a plantação de florestas de eucalipto. “Os produtores não têm grandes áreas, por isso a demanda individual por adubo não justificava a compra direto na fábrica”, explica o técnico de campo do ATeG Silvicultura, Marlúcio Silva. “Com todos juntos, conseguimos comprar com um representante, o que resultou em uma economia significativa”.

O grupo ainda contou com o apoio da prefeitura local para o transporte do adubo, o que contribuiu para reduzir ainda mais os custos. “Achei muito bom pela comodidade de não ter que sair pesquisando melhores preços em casas agrícolas e ainda de ter recebido em casa sem custo nenhum com apoio da secretaria de agricultura”, comenta o produtor Waldiney Dias da Silva, que participou das duas compras.

 

Prefeitura de São Domingos do Prata doou 70 mil mudas para os produtores locais 

Planejamento e controle da adubação

A compra antecipada do adubo também facilitou o planejamento das atividades em campo. “Consegui elaborar cronogramas com os produtores e estabelecer um planejamento para a adubação e para o próximo plantio”, explica o técnico Marlúcio.

Este ano, seguindo as orientações técnicas, os produtores também compraram formicida, um insumo essencial para o manejo da cultura, já que as formigas são a principal praga do cultivo. “Assim estamos conseguindo seguir o planejamento e colaborando para o desenvolvimento do produtor e da silvicultura do município”, afirma Marlúcio.

Mudas gratuitas para incentivar a produção

Como incentivo à produção, a prefeitura de São Domingos do Prata também contribuiu para o desenvolvimento da silvicultura no município. Em 2023, foram distribuídas 70 mil mudas de eucalipto aos participantes do grupo do ATeG. “Sem a doação, eu creio que muitos produtores não teriam plantado porque as mudas têm um alto custo”, comenta o produtor Mário das Graças Coura. Este ano a prefeitura pretende repetir a ação, disponibilizando mudas para todos os silvicultores do município interessados.

O Programa ATeG Silvicultura em São Domingos do Prata é desenvolvido pela Associação dos Apicultores de São Domingos do Prata (AAPISPRATA), em parceria com o Sistema Faemg Senar. O programa oferece aos produtores rurais acompanhamento técnico, capacitação e orientação para o manejo da cultura do eucalipto, contribuindo para o aumento da produtividade e da renda das famílias.

 

}