Compartilhe

Nova diretoria da Asrom toma posse

SOLENIDADE
ESCRITO POR FERNANDA TEIXEIRA, DE BELO HORIZONTE
03/02/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, FAEMG

O Sistema Faemg Senar marcou presença na solenidade de posse da nova diretoria da Associação dos Sindicatos Ruralistas do Oeste Mineiro (Asrom), nessa sexta-feira (2/2), no Parque de Exposições de Pitangui. O presidente Antônio de Salvo, o vice-presidente de Finanças, Renato Laguardia, e o superintendente do Senar Minas, Celso Furtado Jr., integraram a mesa de autoridades, ao lado de lideranças políticas e do agronegócio.

Confira aqui as fotos do evento. 

Autoridades, lideranças políticas e do agronegócio

“A Asrom é uma associação muito forte e contribui para manter aceso o convívio dos sindicatos, por meio de reuniões mensais. Esses encontros são fundamentais para que se entendam as demandas da região e para que elas cheguem de uma maneira mais firme até a Faemg e a gente possa trabalhar para atender os pleitos dos produtores rurais e continuar avançando. Os sindicatos já possuem uma ponte direta com a gente, mas as reuniões da Asrom proporcionam mais diálogo e incentivam ações para a melhoria do Sistema como um todo”, destacou Antônio de Salvo.

A nova diretoria, presidida por José Éder Leite, atual presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Pitangui, assume o mandato para o biênio 2024/2025. A instituição, formada por 49 sindicatos associados, com representação territorial que abrange mais de 100 municípios do Centro-Oeste e Alto São Francisco, seguirá com sua missão de exercer a defesa e a representatividade dos produtores rurais da região.

“O objetivo da Asrom é reunir as forças do campo, unir os sindicatos e levar as demandas até a Faemg, que é a nossa entidade maior. Estamos cada vez mais empenhados em fortalecer essa união, buscando resultados melhores para os produtores rurais. Assumimos este mandato com o intuito de agregar mais presidentes ao nosso grupo. Hoje temos sindicatos que não são muito participativos, por isso vamos visitar todos eles e trazê-los para junto da Asrom”, disse José Eder.

Diretoria da Faemg e lideranças políticas prestigiam a solenidade

História

Ao longo de seus 47 anos de fundação, passaram pela Asrom 13 presidentes, sendo o último Patrick Brauner, de Bom Despacho, que atuou durante o biênio 2022/2023. Ele destacou como um dos grandes marcos da sua gestão a criação de um canal de comunicação direta com o coronel Wemerson, comandante da 7ª Regional da Polícia Militar de Minas Gerais, com foco na operação “Segurança no Campo” e contra invasões de terras.

“A nossa gestão foi marcada por dois pontos muito importantes: o primeiro foi a nossa atuação política, durante as eleições declaramos apoio aos candidatos que ajudam o produtor rural. O segundo foi a segurança no campo, principalmente contra invasões de propriedades rurais e contando com total apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil”, explicou Patrick.

Prestigiaram a solenidade o assessor da presidência, Antônio Álvares (Toninho de Pompéu), e o superintendente de Relacionamento, Francisco Simões. 

Campo Seguro

A solenidade contou, também, com o lançamento da operação Campo Seguro, da 7ª Regional da Polícia Militar de Minas Gerais, que faz parte do Cinturão Rural, cujo objetivo é ampliar as ações de segurança para as comunidades rurais da região. A iniciativa é uma parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Pitangui.

“A Polícia Militar no Centro-Oeste mineiro tem uma parceria muito forte com os sindicatos rurais. E essa aproximação nos levou a criar, juntamente com outros órgãos e entidades, uma estratégia de emprego das nossas patrulhas rurais que denominamos Cinturão Rural. E hoje, nessa data tão importante, fortalecemos essa parceria com o lançamento da operação Campo Seguro com a finalidade de coibir ainda mais furtos de gado, furtos de maquinários, de implementos agrícolas entre outros”, concluiu coronel Wemerson.

Lançamento da operação Campo Seguro

 

Diretoria 2024/2025

 

Presidente

José Éder Leite – Pitangui

 

1º vice-presidente

Arnaldo Anselmo de Matos – Dores do Indaiá

 

2º vice-presidente

José Eustáquio Vilaça de Oliveira – Carmo do Cajuru

 

1º tesoureiro

Carlos Henrique Rezende Lacerda – Lagoa da Prata

 

2º tesoureiro

Constantino Dias Neto – Abaeté

 

1º secretário

Edélcio José Cançado Ferreira – Moema

 

2º secretário

José Dirino Arruda – Martinho Campos

 

Suplentes da Diretoria

Bernardo Teixeira Marques – Brumadinho

Deiler Antunes Silva – Itaúna

Danilo Toledo Vilela Junior – Perdões

Valmir Alves Rodrigues – Formiga

 

Conselho Fiscal – Efetivo

Patrick Bauner Resende Silva – Bom Despacho

Paulo Henrique de Souza Lino – Pompéu

Benício Bernardino de Sena - Candeias

 

Conselho Fiscal - Suplente

Evilásio Baia Costa – Luz

Teodomiro Ferreira da Silva – Pompéu

Pedro Paulo Vieira Lopes – Iguatama