Compartilhe


Parceria para promover o agro mineiro

FESTIVAL DO QUEIJO ARTESANAL DE MINAS
ESCRITO POR ASCOM, DE BELO HORIZONTE, E CENTRO DE REFERÊNCIA DO QUEIJO ARTESANAL
12/06/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG

Sistema Faemg Senar e Centro de Referência do Queijo Artesanal se unem para promover o agro mineiro

Parceria inédita tem início no Festival do Queijo Artesanal de Minas 

 

Produtores, distribuidores, chefs e apreciadores do queijo artesanal mineiro de leite cru se reúnem de 13 a 15 de junho, na sexta edição do Festival do Queijo Artesanal de Minas, no Expominas, em Belo Horizonte. O evento inaugura a parceria do Sistema Faemg Senar, por meio do Instituto Antonio Ernesto de Salvo (Inaes), com o Centro de Referência do Queijo Artesanal (CRQA), que visa um trabalho conjunto para impulsionar os produtos de excelência de Minas Gerais. Na abertura, no dia 13 de junho, será assinado pelas instituições o Memorando de Entendimento.

“Essa parceria vai ao encontro do propósito do Sistema Faemg Senar, que é atuar pela defesa dos interesses e pela valorização dos produtores rurais mineiros, especialmente dos produtores do queijo artesanal. Queremos contribuir com a atividade, que é fonte de sustento para inúmeras famílias do nosso estado e que atua com excelência, produzindo queijos premiados dentro e fora do nosso país”, ressaltou o presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo.

“Vamos unir esforços para envolver toda a cadeia produtiva em Minas, em prol da valorização dos nossos produtos. Nosso propósito é mostrar para o Brasil e para o mundo a qualidade excepcional do nosso queijo, café, cachaça, mel e tantos outros produtos mineiros que destacam a riqueza e a diversidade da nossa culinária”, afirmou Sarah Rocha, diretora executiva e fundadora do Centro de Referência do Queijo Artesanal e do INHAC.

A Oficina Queijo e Cultura, promovida no Festival do Queijo Artesanal de Minas, sela a primeira ação dessa parceria. A oficina integra a programação que conta ainda com uma agenda de apresentações artísticas e culturais, palestras, oficinas e espaço kids. Sob o comando do chef Paulo Turziani, a oficina traz aulas práticas de gastronomia no formato Cozinha Show, com receitas que utilizarão os produtos mineiros presentes no Festival. Filipi Brasil vai ensinar drinks que reúnem cachaça, café e queijo. O especialista em queijos artesanais mineiros, Elmer de Almeida, fará a degustação comentada dos queijos mineiros, contando sua história e modos de fazer. Devido à grande procura, as vagas das oficinas já estão esgotadas.

Sobre o Sistema Faemg

Reconhecido como um dos pilares do agronegócio mineiro, o Sistema Faemg Senar se destaca por sua atuação focada no desenvolvimento rural sustentável e na profissionalização da agropecuária mineira. Por meio de uma rede abrangente de sindicatos rurais, a organização oferece uma gama completa de serviços para produtores rurais, trabalhadores e seus familiares, impulsionando o crescimento e a competitividade do agronegócio em Minas Gerais. Com um histórico de mais de 70 anos de atuação, o Sistema Faemg Senar se consolidou como referência em capacitação profissional, assistência técnica e extensão rural. A organização investe continuamente na modernização de seus métodos e na qualificação de seus colaboradores, buscando sempre atender às demandas do mercado e às necessidades específicas dos produtores rurais mineiros. Um dos principais diferenciais do Sistema Faemg Senar é sua ênfase na inovação tecnológica, por meio do Inaes. A organização promove a adoção de novas tecnologias no campo, desde a agricultura de precisão até a gestão empresarial rural, visando aumentar a produtividade, reduzir custos e otimizar os processos produtivos.

Referência em queijo e gastronomia mineira

O Centro de Referência do Queijo Artesanal e o Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias – INHAC formam um centro cultural inédito no Brasil, que atua na promoção da gastronomia mineira e na inserção produtiva de jovens por meio da gastronomia. Situado no bairro Olhos d’Água, em Belo Horizonte (MG), o espaço multiuso é dedicado à valorização do binômio cultura e educação em Minas Gerais.

O Centro de Referência reúne a Exposição Permanente sobre o Queijo Artesanal, uma loja colaborativa com produtos mineiros de excelência, a primeira biblioteca do estado dedicada à gastronomia, anfiteatro para eventos, área de convivência e sala de aula completa com cozinha didática, para atividades formativas em temas de cultura e gastronomia. Seu projeto arquitetônico, assinado pelo arquiteto português radicado no Brasil, José Lourenço, foi selecionado entre os 30 melhores projetos dos países e língua portuguesa, na categoria Arquitetura e Cultura, pela Revista Arch Daily. Recebe escolas públicas e privadas agendadas e visitantes que queiram aprender um pouco mais sobre a importância do queijo artesanal. Está aberto à visitação gratuita nas quintas e sextas, das 14h às 18h.

Escola de gastronomia de padrão internacional em Belo Horizonte, o Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias – INHAC é resultado da soma de esforços em prol da qualificação dos jovens de Minas Gerais. O chef Léo Paixão assina a diretoria pedagógica do instituto, que deu início em 2024 à primeira turma do Curso Técnico em Gastronomia. Reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação, o curso é gratuito, voltado para jovens em situação de vulnerabilidade social com carga horária de 960 horas e 80 vagas anuais.

O Centro de Referência do Queijo Artesanal e o INHAC contam com patrocínio da Gerdau, Claro, Cemig, Instituto Unimed-BH, Ventana Serra, EPO, Espaço 356, GEOSOL, CBMM, LOG e Terrayama. A realização é do Ministério da Cultura e do Governo de Minas, por meio das leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura.

 

Serviço

6º Festival do Queijo Artesanal de Minas

De 13 a 15 de junho de 2024

Local: Expominas (Av. Amazonas, 6.200, Gameleira).

Informações e inscrições: https://festivalqam.com.br/

Entrada gratuita

 

}