Conheça o SENAR

O SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Minas Gerais) é responsável pela capacitação profissional e promoção social do produtor, do trabalhador rural e seus familiares.

Cursos

O SENAR MINAS oferece mais de 300 cursos nas áreas de Formação Profissional Rural e Promoção Social, gratuitos e voltados para capacitação e qualidade de vida do produtor e trabalhador rural e suas famílias.

Instrutor Mobilizador Licitações Transparência e Prestação de Contas Centro Exc. Cafeicultura
Compartilhe


Casal troca agitação do Rio por Minas e comemora sucesso

PRÊMIOS E TRANQUILIDADE
ESCRITO POR FLÁVIO CHRISTO, DE JUIZ DE FORA
25/04/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

Propriedade onde vivem tornou-se exemplo para produção de queijos artesanais premiados

Maria Elisa, o marido Jorge e um dos prêmios que receberam com o requeijão criado pelo casal

No belo cenário rural da cidade de Lima Duarte, na Zona da Mata, uma história de mudança de vida vem ganhando destaque. Há alguns anos, o casal Maria Elisa de Almeida e Jorge Luiz Coutinho resolveu abandonar o burburinho das metrópoles em busca de dias mais próximos à natureza. Após uma vida inteira na cidade do Rio de Janeiro, os dois se aposentaram e decidiram provar que é possível deixar a agitação da cidade e levar uma vida mais tranquila no interior de Minas.

“Procuramos por mais de um ano um lugar que nos agradasse e agora estamos completando nove anos vivendo aqui”, contou Maria Elisa.  “A gente nunca tinha vivido no campo, mas viemos com a cara e a coragem.  Achei que ia descansar, mas compramos gado, começamos a fazer queijo e abrimos a pousada”, completou Jorge. A história do casal, inclusive, extrapolou as fronteiras de Minas e foi tema de uma reportagem no programa É De Casa, da TV Globo.

Confira o vídeo!

Situada entre as colinas da serra do Ibitipoca e do morro do Pão de Angu, a propriedade escolhida pelo casal tornou-se não apenas um lar, mas um empreendimento de sucesso. Desde 2020 eles vêm investindo na produção de queijos artesanais. “Eu não sabia nada de queijo, só de comer”, diverte-se Maria Elisa. Mas a pequena produção vem ganhando destaque em concursos.  Foram duas medalhas (prata e ouro) na Expo Queijo de Araxá em 2021 e, este mês, a medalha Super Ouro no Concurso Mundial de Queijos, realizado em São Paulo, com um produto novo: o requeijão em barra.

Preparação de queijo minas artesanal no Sítio Primavera

“Eu tinha um problema com queijos fora do meu padrão de qualidade quando estavam menores, ou rachados, daí o que fazer? E então foi proposto eu fazer um teste com meu queijo fazendo esse requeijão, que fica com um sabor diferenciado, pois é o meu queijo fundido”, explicou Maria Elisa.  O produto é feito após 22 dias de maturação do queijo, o que rende um sabor intenso.

Este sucesso vem chamando a atenção não apenas entre os produtores. Jornalistas de todo o país vão até a propriedade para entender o segredo do que é produzido no local. Recentemente foram diversas reportagens gravadas no sítio Primavera, dentre elas, duas realizadas para grandes programas de repercussão nacional, como o Globo Rural o programa É de Casa, da rede Globo, que exibiu uma matéria de 25 minutos com o casal. “Eu sou tímida, mas adoro receber jornalistas. Até porque eu acho que isso também faz parte da minha função. O queijo e o turismo são duas coisas inseparáveis para mim e eu acredito que assim contribuo com o desenvolvimento daqui”, afirmou Maria Elisa.

Além dos produtos lácteos, outra fonte de renda da propriedade são as hospedagens que, além de ajudar na manutenção do local, servem também para o escoamento da produção de queijos. “Percebemos que grande parte das pessoas que se hospedam querem saber como é possível essa saída de um grande centro para morar na roça”, conta Jorge. “Alguns ficam tão encantados que saem daqui me deixando a missão de achar um pedaço de terra assim para eles”, completou.

Piscina aquecida com linda vista para o poente na propriedade

Mudança com apoio da escola do campo

Após uma vida inteira vivendo em uma metrópole, o campo apresentou alguns desafios para o casal.  “Eu não tenho vergonha de dizer que não sabia de nada. Tudo que aprendi sobre a vida no campo foi depois que vim para cá e, a isso, devo agradecer muito ao Sistema Faemg Senar, que nos deu apoio em todos os momentos”, disse Maria Elisa.

Fizeram curso de roçadeira, fossa, manejo animal e muitos outros. “Um dos primeiros cursos foi de cria e recria de bezerras. Depois de derivados de leite, queijos especiais. Eles participaram do programa Agente de Turismo Rural, e vários outros cursos que vem de demandas deles”, relatou Lília Ramos, agente de desenvolvimento rural do Sindicato Rural de Lima Duarte. Ela também conta que o espaço do sítio costuma ser usado nas aulas. “Nós nos associamos nessa parceria, trazemos novos alunos para cá com quem eles compartilham o aprendizado. Na próxima semana vamos fazer um de Boas Práticas de Fabricação [BPF] aqui, baseado nessa necessidade de renovação do conhecimento deles para manter sempre as boas práticas”, contou Lília.

Queijo minas maturado no vinho, o grande campeão da ExpoQueijo e destaque entre as criações do casal

O presidente do Sindicato Rural de Lima Duarte, Olivier de Paula Campos, afirmou que o empenho do casal em se profissionalizar é um estímulo para a instituição. “Logo que chegaram na cidade eles procuraram o sindicato e nós atendemos prontamente suas necessidades. É prazeroso para a entidade que pessoas assim estejam empenhadas em fazer um bom trabalho”, afirmou Olivier.

Atualmente, a propriedade do casal é um exemplo de eficiência e tratamento animal. Com bezerros criados ao pé, ordenha manual e método totalmente artesanal de produção de queijos, o sítio é autossustentável economicamente e quase não gera resíduos. Além disso, os animais e os produtos possuem certificações sanitárias que atestam a qualidade do que é feito no Sítio Primavera.

“Temos certificado de propriedade livre de brucelose e tuberculose. Todos os meus queijos têm certificações. Eu não tenho nem coragem de vender algo que não tenha certificado. Na próxima semana vou fazer novamente o curso de boas práticas de fabricação para me manter atualizada, afinal, boas práticas e tradição também andam juntas”, finalizou Maria Elisa.

Maria Elisa avalia queijos em maturação

Serviço:

O sítio Primavera fica na estrada Pão de Angu, sem número, na zona rural entre Lima Duarte e Olaria. Interessados em conhecer o lugar ou comprar os produtos podem entrar em contato através dos números (21) 99997-8383 e (32) 98480-4507.