Conheça o SENAR

O SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Minas Gerais) é responsável pela capacitação profissional e promoção social do produtor, do trabalhador rural e seus familiares.

Cursos

O SENAR MINAS oferece mais de 300 cursos nas áreas de Formação Profissional Rural e Promoção Social, gratuitos e voltados para capacitação e qualidade de vida do produtor e trabalhador rural e suas famílias.

Instrutor Mobilizador Licitações Transparência Arrecadação Centro Exc. Cafeicultura
Compartilhe


Sistema participa da construção do plano de manejo

PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO SOBRADO
ESCRITO POR CRISTIANE MENDONÇA, ASCOM
19/06/2024 . SISTEMA FAEMG, SENAR, INAES, FAEMG
O Sistema Faemg Senar e o Sindicato de Produtores Rurais de Pedro Leopoldo participam dos debates


O plano de manejo do Parque Estadual da Serra do Sobrado (PESS), unidade de conservação localizada nos municípios de São José da Lapa e Pedro Leopoldo, está sendo pensado e debatido por diversos representantes da sociedade. Entre eles, o Sistema Faemg Senar e o Sindicato de Produtores Rurais de Pedro Leopoldo que, juntos, têm participado dos debates.

Na última semana, as entidades rurais participaram de dois dias de oficinas e debateram propostas para o PESS. O Sistema e o sindicato fizeram contribuições com informações técnicas das propriedades localizadas na área e justificativas jurídicas. Segundo o analista de sustentabilidade Henrique Damásio o objetivo foi garantir os direitos dos produtores que vivem no entorno da unidade de conservação.

“Entendemos que o plano de manejo é um instrumento legal adequado para a gestão do parque, contudo seu objetivo não pode ser desvirtuado para impor possíveis dificuldades na emissão de licenças, autorizações de intervenções e outorga de uso da água para os nossos produtores”, esclarece Damásio. O analista acrescenta que “o balanço final das reuniões foi positivo, mas precisaremos acompanhar todo o processo até a sua aprovação final”, avalia.

Etapas do plano de manejo:
O plano de manejo tem como objetivo estabelecer o zoneamento, as regras de uso e manejo da área, além de definir o planejamento da unidade de conservação para os próximos anos. Organizado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), o plano envolve representantes de diferentes setores da sociedade pública e civil.

As oficinas são feitas por etapas com objetivos específicos necessários à construção do instrumento de gestão. Entre eles, reunir informações e as percepções sobre a unidade de conservação, estabelecer propósitos, recursos, valores e quais são as questões chave para aquela área. 
 

}