Conheça o INAES

O INAES (Instituto Antonio Ernesto de Salvo) é uma associação civil sem fins lucrativos, dedicada ao desenvolvimento, pesquisa e inovação de sistemas produtivos. Atua em parceria com instituições públicas e privadas para fomentar a evolução das cadeias do agronegócio.

Projetos Estudos e Publicações
Editais

Pesquise todos os editais emitidos pelo SISTEMA FAEMG (FAEMG, SENAR, INAES e Sindicatos).

Compartilhe

Cursos ajudam Fazenda Sagarana a obter mais resultados

RESULTADO
ESCRITO POR IZABELLA MACHADO, DE ARAÇUAÍ
30/05/2022 . SINDICATOS, SENAR

Inserida em uma região que ganha holofotes pela cafeicultura e reconhecida como um modelo de propriedade, a Fazenda Sagarana, em Diamantina, também contou com apoio do Sistema FAEMG para prosperar.

Na “coleção” de certificados da propriedade, estão cursos como o de Degustação e Classificação de Cafés, Degustação e Classificação de Cafés Especiais, TAP com Implementos, Brigadista Florestal, Aplicação de Defensivos Tratorizada e também manual, Roçadeira, Motosserra e Irrigação, entre outros.

“Os cursos são excelentes, e os instrutores sempre trazem novidades pra gente”, contou o gerente Marco Davi Neves, que notou melhorias significativas após o curso de tratorista, por exemplo. “O pessoal aprendeu sobre manutenção e segurança e ficou mais atento. Além disso, conseguimos gerar muita economia na safra, pois reduzimos a perda de cruzetas em 80%”.

Para tratar do café, o instrutor Pedro Laurence Silva Carvalho acompanhou a propriedade nos cursos de Degustação e Classificação de Cafés (Básico e Cafés Especiais). “No primeiro curso, os produtores aprenderam a identificar e classificar os principais defeitos físicos dos grãos e a origem de cada um deles para que não ocorra a depreciação da fruta,” contou. Complementando a classificação física, a fazenda aprimorou a avaliação e classificação dos cafés em relação às características sensoriais por meio de degustação, utilizando a metodologia COB (Classificação Oficial Brasileira).

Já no segundo curso, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer sobre a Metodologia Internacional de Degustação de Café, regida pela SCA (Specialty Coffee Association). Segundo o instrutor, os produtores entenderam sobre a produção de cafés especiais, processos de secagem e tipos de terreiros que podem influenciar na qualidade final do produto. “Além disso, tiveram a oportunidade de passar por testes de percepção sensorial, aprender de forma prática o preenchimento do formulário oficial SCA e avaliar e pontuar o café”.

O gerente da propriedade está satisfeito e tem boas expectativas com as novas ações implementadas. “Os cursos abriram a nossa mente e já planejamos colocar em prática muita coisa. Nessa safra, tenho certeza que teremos um ganho significativo na qualidade do café. A qualificação profissional dos nossos funcionários mudou muito com as orientações profissionais do Sistema FAEMG, então as chances de termos impactos positivos são altas”.

Acompanhamento

Há mais de seis anos, o mobilizador do Sindicato dos Produtores Rurais (SPR) de Diamantina, Jader Coelho, acompanha a Fazenda Sagarana. “É muito importante atender propriedades contribuintes do Sistema FAEMG. Além de dar suporte de estrutura para atender não só os seus funcionários, a fazenda recebe produtores das comunidades localizadas nas proximidades”.

O gerente regional do Sistema FAEMG em Araçuaí, Luiz Rodolfo Antunes Quaresma, elogiou o desempenho da propriedade e a cooperação na oferta de estrutura para oferecer outros cursos aos produtores da região. “Classifico a Sagarana como uma propriedade de alto desempenho, não só pela produção, mas pela movimentação. Ela usufrui dos cursos, gera emprego, é lucrativa e interage com a comunidade do entorno, oferecendo, junto ao Sistema FAEMG e SPR de Diamantina, possibilidade de crescimento conjunto”.