Compartilhe

Equipe do Polo de Barbacena comemora o ouro

11ª OBAP
ESCRITO POR FLÁVIO CHRISTO, DE JUIZ DE FORA
21/09/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

A equipe Senar Minas Barbacena 3 foi a grande campeã da 11ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária, a OBAP, na categoria Técnico Subsequente. Essa foi a primeira participação de uma equipe do Sistema Faemg na competição. Geovani Carvalho, Carolaine Rodrigues, Danielle Resende e o tutor Kelsen Nether formaram a equipe vencedora. Os três primeiros são alunos do Curso Técnico em Agronegócio, do Polo de Ensino em Barbacena da Rede e-Tec Brasil. 

A partir da esquerda: Geovani, Kelsen, Carolaine e Danielle, grandes campeões da OBAP

A competição foi organizada pelo Instituto Federal do Sul de Minas, com dois dias de provas teóricas e práticas que desafiaram os competidores. Foram cinco fases. A primeira foi uma prova em equipe on-line. Os mais bem colocados foram classificados para a fase presencial, realizada em Jundiaí, São Paulo, com mais quatro etapas. A primeira foi uma prova individual de múltipla escolha e discursiva, depois, três provas práticas em equipe: calda bordalesa; adubação correta e de baixo custo; e inseminação artificial. Divididos em 50 equipes, 236 estudantes brasileiros e estrangeiros do ensino técnico ligado à área de agrárias participaram da segunda fase.

Tércia Almeida, gerente de Educação Formal do Sistema Faemg, disse que essa foi a primeira participação de uma equipe do Sistema Faemg na competição e que essa boa classificação é motivo de muito orgulho. “Para nós é gratificante, pois vem consolidar a importância da educação profissionalizante, promovida pelo Sistema Faemg e pela CNA com nossos alunos em uma competição de alto nível, alcançando uma classificação de ponta. Isso traz um reflexo positivo, fortalecendo o empenho dos tutores e da equipe que prepara todo o curso, o material, a estrutura. Fazemos tudo com muita responsabilidade, pois estamos preparando os futuros sucessores do campo”, contou.

Orgulhoso, Kelsen exibe a medalha de ouro da competição

Alunos comemoram vitória

Em todas as suas fases, a 11ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária teve mais de 900 participantes – e pelo menos três deles estão muito felizes e honrados com a participação na competição. A equipe Senar Barbacena 3 voltou para casa com uma medalha de ouro e um iPhone para cada participante.

“Fiquei muito orgulhosa de poder levar o nome de todo o Sistema Faemg ao pódio desta competição. É muito satisfatório receber uma medalha de ouro na OBAP, pois sempre me identifiquei com a área agrícola. Me esforcei muito junto aos meus amigos de equipe e ao orientador para alcançar nosso objetivo. Foram dias de muito estudo, treinamento e dedicação. Receber a premiação me fez ter ainda mais confiança em meu propósito de vida”, disse a estudante Carolaine Rodrigues.

Geovani Carvalho ressaltou o nível da competição. “Uma olimpíada de nível nacional e internacional, com equipes da Argentina, Uruguai e Paraguai, além de várias instituições renomadas do Brasil. Foi a nossa primeira participação e ficamos em segundo lugar na primeira fase e em primeiro ao fim da competição. É muito gratificante estar em primeiro lugar”.

Alunos ressaltaram o alto nível dos competidores

Danielle Moreira disse que foi uma competição dura, mas que o espírito da equipe os manteve firmes em direção à vitória. “Foi desafiador, a gente precisou procurar diversas fontes de informação para conseguir estar preparados para a competição. Sinto que foi uma superação em equipe, onde todos deram seu melhor para que nós saíssemos vitoriosos dessa olimpíada”, contou.

Comprometimento

Kelsen Nether orientou a equipe vencedora. Ele ressaltou o empenho dos estudantes, que precisaram buscar diversas fontes de conhecimento para se preparar para a competição. “O Curso Técnico em Agronegócio é mais voltado para a gestão. Os alunos tiveram muito comprometimento e e não fizeram feio. Se prepararam e tiveram aulas extras para ter conhecimentos mais profundos”.

Ele aproveitou a oportunidade para ressaltar a qualidade do ensino promovido pelo Sistema Faemg e pela CNA, que, já em sua primeira participação nas olimpíadas, faturou a premiação mais alta. “Fruto de um trabalho em equipe, que promoveu a comunicação e a liderança nesses estudantes. Nossa ideia era eles conseguirem fazer isso, mas eles foram além. Mostramos que o nosso curso é diferenciado, que o Sistema tem levado essa estrutura para promover conhecimento. A gerência de Educação Formal tem uma grande participação nessa vitória”, completou.

Importância regional

Rubens Lobato, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Barbacena, parabenizou a equipe e ressaltou a importância do Curso Técnico em Agronegócio. “Parabéns aos participantes pelo desempenho na Olimpíada Brasileira de Agropecuária, fruto da valorização do curso que oportunamente estão fazendo. A classificação é fruto da responsabilidade que enfrentaram neste evento”, disse.

Iracema Flish, agente de desenvolvimento rural da cidade de Barbacena e secretária do curso, contou que a participação e a classificação desses alunos trazem ainda mais ânimo para continuar o trabalho. “Isso demonstra o interesse, a dedicação, a seriedade e a valorização pelo setor agropecuário. A participação deles e sua classificação em uma Olimpíada de tamanha importância para o meio acadêmico, é uma grande alegria”.

O gerente regional do Sistema Faemg em Juiz de Fora, Wander Magalhães, conta que ficou surpreso e muito feliz, por entender isso como um sinal de que estão todos no rumo certo. “A prova disso é esse prêmio, que trouxe um outro incentivo para os alunos da Rede e-Tec. Eu vejo isso de forma muito positiva, porque mostra que essas pessoas estão se empenhando justamente para buscar seu lugar no mercado de trabalho, e o fato de ganharem esse prêmio já mostra a alta qualidade do que é realizado nos Polos de Barbacena e de Corinto [Polo de Ensino que também teve uma equipe premiada na OBAP] no sentido de levar conhecimento a esses alunos. Outros polos estão vindo e vamos em frente com o trabalho realizado para conquistar mais prêmios”, concluiu o gerente.