Compartilhe

Reunião discute principais demandas do produtor

COMISSÃO TÉCNICA DE PECUÁRIA DE LEITE
ESCRITO POR FERNANDA TEIXEIRA
24/11/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, FAEMG

A Comissão Técnica de Pecuária de Leite do Sistema Faemg Senar se reuniu na manhã desta quinta-feira (24/11) para o 10º encontro do grupo no ano. Entre os temas, foram discutidas a adoção do Conseleite como principal referência de previsibilidade de valores de leite e o plano de ação para atender demandas do produtor mineiro com base no Diagnóstico da Cadeia Produtiva do Leite efetuado pelo Sistema Faemg Senar.

O presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo, deu boas-vindas aos participantes ressaltando como a instituição tem trabalhado politicamente pela continuidade das conquistas do agro, para seguir avançando em prol do produtor rural mineiro.

O vice-presidente de Finanças, Renato Laguardia, parabenizou a comissão pelo compromisso com as reuniões que trazem apontamentos relevantes para a cadeia produtiva. “Foram dez encontros ao longo do ano, com a participação ativa dos integrantes, o que mostra a seriedade e o interesse da CT em de defender os produtores de leite”, disse.

O presidente da Comissão Técnica Jonadan Ma destacou que a CT é constituída por pessoas que representam o setor em todo o estado e que trabalham para ser parte da solução dos problemas da pecuária de leite. “Não nos atrevemos a dizer que vamos resolver todos os problemas, mas temos força, representatividade e informações sobre as demandas e necessidades dos produtores para que possamos cada vez mais fortalecer a sua atividade em Minas Gerais”, explicou.

Principais conquistas

Durante a reunião, foi apresentado o relato do “Whorkshop Políticas Estruturantes para o Setor Lácteo Brasileiro”, realizado em novembro pela Comissão Nacional da Pecuária de Leite da CNA, que entre outros assuntos, mostrou a evolução da produção leiteira no país. Também foram discutidas a situação do mercado nas várias regiões de Minas Gerais, o plano de ação da comissão para novembro e dezembro, o balanço das atividades de 2022 e as perspectivas para 2023.

“A maior conquista da Comissão em 2022 foi se tornar um canal para receber as demandas do produtor e, principalmente, fonte de informação para eles. É a informação estratégica que garante o seu crescimento e fortalecimento com rentabilidade e sustentabilidade. Destaco, também, o Conseleite, uma ferramenta para a previsibilidade do valor de referência do leite, que vai ser muito utilizada por ter grande aderência com o que está sendo praticado no mercado, e vai contribuir com a relação entre produtor e indústria”.