Compartilhe

Caminhão da Saúde realiza mais de 600 exames no Triângulo

PROGRAMA SAÚDE ITINERANTE
ESCRITO POR JULIANA FIDELIS, DE UBERABA
04/07/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

O “Caminhão da Saúde” do Sistema FAEMG encerrou suas atividades na região do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba na sexta-feira (1º), com a promoção de 611 atendimentos nas cidades de Perdizes, Gurinhatã e Itapagipe. O Programa Saúde Itinerante permaneceu dois dias em cada município, com a oferta de exames fundamentais para a prevenção e diagnóstico do câncer de próstata, de colo do útero e de mama. O atendimento teve a parceria dos Sindicatos dos Produtores Rurais e das Prefeituras.

Atendimento em Perdizes

Foram realizados 275 mamografias e 127 exames de papanicolau nas mulheres e 209 exames de PSA nos homens. O gerente regional do Sistema FAEMG em Uberaba, Caio Oliveira, destacou que a passagem do caminhão, pela primeira vez na região, deu oportunidade para que os homens e mulheres do campo cuidassem da saúde. “Muitos não faziam exames há alguns anos. O trabalho foi um sucesso, superando as expectativas”, afirmou Oliveira.

Em Perdizes, Maria das Graças Alves não fazia os exames de rotina há quatro anos e aproveitou a oportunidade. “Foi a minha neta que me avisou e fez a inscrição. Eu achei muito bom”, revelou. Também na cidade, Pedro Queiroz Quintão Filho não cuidava da saúde há cerca de quatro anos. “Já tem tempo que não faço exames, trabalhando na zona rural ficava mais difícil. Agora, que estou aposentado, aproveitei para fazer”, afirmou.

Maria das Graças Alves recebe as orientações para a mamografia, em Perdizes

O “Caminhão da Saúde” facilitou a vida de Gelcione Francisca de Freitas Moraes, de Gurinhatã, que sempre viajava para outro município para fazer a mamografia. “Já tinha quatro anos que eu não fazia o exame, a médica já tinha pedido. Quando eu vi que ia ter aqui, aproveitei porque fica mais prático”, completou. Em Itapagipe, Maria Ivanir Barbosa colocou a mamografia em dia. “Já tinha um tempo que eu não fazia e, com a pandemia, acabei deixando para depois. Foi ótimo, a equipe foi maravilhosa e o atendimento excelente”, avaliou.

Público de Itapagipe aguarda atendimento no Caminhão da Saúde

Na região do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, que encerrou as atividades do programa neste ano, o “Caminhão da Saúde” permaneceu em Perdizes nos dias 23 e 24 de junho; em Gurinhatã nos dias 27 e 28; e, por último, em Itapagipe, em 30 de junho e 1º de julho.

Mais depoimentos

“Foi muito importante para Perdizes, estamos tentando trazer o programa desde o ano passado. A demanda pelos exames é muito grande. Agradecemos ao Sistema FAEMG pela disponibilidade em trazer esse caminhão itinerante” - Valdemir Rabelo de Rezende, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Perdizes.

Caminhão da Saúde na cidade de Gurinhatã

“Foi um trabalho fundamental para ajudar as pessoas onde elas mais sentem, que é a questão da saúde. O Caminhão ofereceu um serviço de alta complexidade, com acesso fácil e à disposição das famílias do campo, que muitas vezes têm mais dificuldades para fazer os exames. Foi um resultado excelente e aproveitamos 100% dos serviços oferecidos. Os profissionais fizeram um ótimo atendimento na cidade” - Adriel Guedes Azambuja, presidente do Sindicato Rural de Gurinhatã.

“A adesão foi excelente e atingiu os objetivos. Foi muito gratificante receber este evento para os homens e mulheres, com muitos atendimentos” - João Leonel Menezes e Anésio Leonel da Silva, presidente e secretário-executivo do Sindicato Rural de Itapagipe.

Gerente regional do Sistema FAEMG, Caio Oliveira, e o presidente do Sindicato de Perdizes, Valdemir Rabelo, com parte da equipe de atendimento