Compartilhe

Drones em alta: Sistema Faemg capacita profissionais para o agro

TECNOLOGIA
ESCRITO POR ÉLCIO FONSECA, DE PATOS DE MINAS
30/09/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

Com o mercado crescente na agricultura e pecuária, o curso de Drone do Sistema Faemg tem sido bastante demandado em várias regiões do estado. No Noroeste de Minas, 24 produtores e trabalhadores rurais de Arinos e Unaí foram capacitados recentemente. O treinamento está abrindo portas no mercado de trabalho.

Uma das turmas de Unaí

“O Certificado de Piloto é uma exigência das empresas, então quem faz o curso sai na frente. Sem dizer que o participante adquire todo o conhecimento necessário, inclusive sobre as normas, os documentos para operar, e as questões de segurança no trabalho”, ressalta o instrutor Paul Spínola.

Edney José de Moraes é agente de defesa ambiental do Parque Estadual de Paracatu, que tem mais de 6 mil hectares no bioma Cerrado. “O drone vai ajudar no mapeamento e monitoramento principalmente das áreas queimadas. O parque tem muitos locais de difícil acesso, onde não chegam carro e nem moto. Com o drone, poderemos monitorar e combater os focos de forma mais eficiente”.

Mais pessoas treinadas em Unaí

“Aprendi a criar mapas a partir das fotos tiradas com o drone. Isso vai nos ajudar demais no acompanhamento das lavouras, no levantamento dos índices”, contou Iago Bastos, engenheiro agrônomo que trabalha no monitoramento de lavouras da Fazenda Guaribas, em Unaí.

O curso também vai somar muito para Matheus Amaral, que é supervisor de campo de uma empresa de tecnologia para o agro. “O drone já faz parte do meu trabalho, mas eu precisava entender sobre a legislação, principalmente. Drone é um conjunto de conhecimento”, analisou.

Turma de Arinos

O instrutor reforça: o drone está em ascensão no setor e, para se manter no mercado, é preciso se atualizar. “Toda hora tem novos modelos com novas informações no mercado. Muitas vezes, as fazendas tem o drone, mas não tem ninguém que sabe operar. O equipamento é um grande aliado da agricultura e pecuária de precisão, uma vez que, você sabendo onde está o problema, você consegue mitigar localmente, economizando e facilitando seu trabalho”.