Compartilhe

Taiobeiras reativa sindicato com apoio do Sistema FAEMG

SINDICATOS
ESCRITO POR IZABELLA MACHADO, DE ARAÇUAÍ
01/07/2022 . SINDICATOS, SENAR

Mais um sindicato “reabre as portas” para dar suporte e prosperar junto aos produtores rurais. Desta vez, o município de Taiobeiras, no Norte do estado, reinaugura a entidade de classe intitulada “Sindicato dos Produtores Rurais de Taiobeiras”. O evento de reabertura do Sindicato será realizado no Parque de Exposições, no próximo domingo (3).
Em meados de abril, junto ao presidente do Sindicato, Lucas Sucupira, o Sistema FAEMG esteve no município para apresentar e detalhar todo o projeto à Prefeitura Municipal de Taiobeiras. "É uma iniciativa realmente importante e que trará muitos benefícios para a região. Foi muito bom ver o envolvimento e o apoio integral da Prefeitura", ressaltou o assessor da diretoria do Sistema FAEMG, Antônio Álvares (Toninho de Pompéu), naquela ocasião.
“É um município de grande potencial. Com o nosso suporte, contando com o engajamento e trabalho do sindicato, Taiobeiras tende a crescer, capacitar mais profissionais e atuar com mais tecnologia no campo”, comemorou o gerente regional em Araçuaí, Luiz Rodolfo Antunes Quaresma. 
Produtor rural, Wanderley Rufino, trabalha com genética há mais de 25 anos priorizando o Zebu Leiteiro. Rufino relata dificuldade em comercializar os animais, além da falta de suporte diante às tribulações que encontra pelo caminho. “Sempre tive que levar os meus animais em praças distantes, pois Taiobeiras não tinha sindicato e nem um local adequado para a exposição de bovinos. Estou muito feliz em saber que essa possibilidade chegou! A entidade vai dar suporte e fortalecer os produtores não só de Taiobeiras, mas da região”.
O presidente do SPRT, Lucas Sucupira, argumentou que a classe “precisa de presença no cenário estadual e nacional, visto que é às vezes esquecida e pode ter mais representatividade política”. De acordo com ele, em Taiobeiras, a produção agrícola corresponde a mais de 40% do PIB. “Somos a classe de maior importância econômica na região e acreditamos que com a união de todos podemos melhorar ainda mais a realidade atual. Além disso, temos muitos produtores começando em atividades que precisam de assistência técnica e acreditamos que, com um sindicato forte, conseguiremos desenvolver o agronegócio local”.