Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

Gastronomia e fé nos planos do Programa Agente de Turismo Rural

TURISMO RURAL
ESCRITO POR FLÁVIO CHRISTO, DE JUIZ DE FORA
05/05/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

O gerente regional do Sistema FAEMG Juiz de Fora, Wander Magalhães, se reuniu com representantes das cidades de Bom Jardim de Minas, Liberdade e Santa Rita de Jacutinga para apresentar o programa Agente de Turismo Rural. O encontro, realizado na Prefeitura de Bom Jardim de Minas, contou com a presença do prefeito de Liberdade, Juninho Toledo, do prefeito de Bom Jardim de Minas, Joaquim Laércio, e representantes do sindicato rural.

Foram apresentadas as principais vantagens e atribuições do programa, que tem como objetivo aumentar o turismo criando roteiros que possam incluir trilhas, cachoeiras, mirantes, além de levar visitantes às propriedades rurais, estimulando a venda da produção local. “O Agente de Turismo Rural traz oportunidade de crescimento econômico para os municípios, envolvendo pousadas, restaurantes e as propriedades rurais, possibilitando aos produtores a chance de ganhar mais e levar seus produtos para mais longe”, disse Wander.

De acordo com o mobilizador do Sindicato Rural de Bom Jardim, Douglas Moreira, o foco deve ser fomentar e investir na rota religiosa, que vai desde Baependi, com o Santuário de Nhá Chica, até Liberdade, no santuário do Senhor Bom Jesus do Livramento. “Nossa região tem uma grande possibilidade de crescer com turismo. No santuário em Liberdade nós já temos uma grande visitação, com isso, queremos aumentar o movimento e melhorar o desenvolvimento na nossa região”.

Ilza Oliveira, mobilizadora em Santa Rita de Jacutinga e Passa Vinte, já havia ouvido falar dos agentes de turismo rural, e acredita que a iniciativa pode ajudar a movimentar as cidades da região. “A gente vem procurando fomentar o turismo nessas cidades. Em Passa Vinte quase não tínhamos atividade turística, mas isso agora vem melhorando e, com o programa, esse panorama deve mudar”.

Lideranças aprovam o programa

Bom Jardim de Minas fica no sul do estado, tem cerca de 7 mil habitantes e uma forte vocação para pecuária e produção de mel. No momento está sendo feita a mobilização de um grupo de ATeG de apicultura na cidade, que vai beneficiar diversos produtores locais. O prefeito de Bom Jardim, Joaquim Laércio, está muito otimista com a possibilidade do Agente de Turismo Rural. “Eu não conhecia (o programa). Fazemos cursos do SENAR na cidade toda semana, mas essa capacitação vai ser importante não só para o município, mas para toda a região”. Para ele, a profissionalização dos produtos turísticos abre a possibilidade de melhores investimentos. “Aqui temos muitos atrativos. O distrito de Taboão mesmo tem um parque municipal incrível”, exemplificou.

Na mesma região, a cidade de Liberdade já está consolidada na rota de turismo religioso. O padroeiro da cidade é Bom Jesus do Livramento e o santuário, que leva o mesmo nome, recebe milhares de pessoas todos os anos, principalmente em setembro, mês que concentra as celebrações. A ideia da prefeitura é unir o turismo religioso e o rural.

“O turismo é uma das cadeias produtivas mais eficientes do mundo, gera renda sem gerar poluição. Nós fizemos um roteiro com a Via Sacra, de 14 estações e 23 km, no leito da antiga estrada de ferro, ligando nossa cidade a Bom Jardim", disse o prefeito Juninho Toledo. Ele tem esperanças de melhorar ainda mais as rotas turísticas com a implementação do curso na região. “Eu não conhecia o programa, mas conheço o Sistema FAEMG; e, se tem o nome do SENAR, eu sei que posso confiar”.

O presidente do Sindicato Rural de Bom Jardim de Minas, Francelino Nonato, diz que a entidade já é parceira do SENAR há cerca de 20 anos. Ele acredita que, com a implementação do programa, o desenvolvimento na área rural vai potencializar muito. “Temos laticínios na cidade que trabalham, diariamente, com cerca de 90 mil litros de leite. Temos queijos e diversos outros que podem ser um bom diferencial para atrair turistas e levar o nome de Bom Jardim de Minas para diversos cantos do país e do mundo”.