Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

ATeG Café+Forte terá 2ª turma em Santo Antônio do Amparo

DESENVOLVIMENTO
ESCRITO POR KAROLINE SABINO, DE LAVRAS
23/08/2021 . SENAR, FAEMG

O Sistema FAEMG/SENAR/INAES, em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Santo Antônio do Amparo, vai formar a segunda turma do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Café+Forte no município. Trinta produtores serão contemplados e vão receber visitas mensais do técnico Pacelli Monteiro de Paulo.

Técnico Pacelli Monteiro de Paulo vai acompanhar a nova turma

O gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Lavras, Rodrigo Ferreira, explicou que esta é uma oportunidade para o produtor aprimorar técnicas e gestão e evoluir em seu negócio rural. “Vai levar treinamento para a mão de obra envolvida na produção da sua lavoura. Com isso, é possível fazer o acompanhamento de indicadores indispensáveis para decidir qual caminho a atividade deve tomar, seguindo os objetivos do produtor”, completou.

O técnico vai visitar algumas propriedades para avaliação. A partir disso, os cafeicultores indicados vão formar o grupo. Alguns critérios para a seleção são os detalhes da propriedade e da lavoura, como a família trabalha a sucessão familiar rural e qual o objetivo para os próximos anos. A princípio, quarenta produtores serão avaliados a partir desta segunda-feira (23).

Resultados

O mobilizador do Sindicato dos Produtores Rurais de Santo Antônio do Amparo, Heloízio Domingos Sávio Teixeira Carvalho, explicou que os produtores que estão participando da primeira turma do ATeG Café+Forte, iniciada em 2019, estão tendo resultados positivos e indicando o Programa para outros cafeicultores. “A procura no município por assistência técnica e gerencial aumentou muito. As visitas gratuitas valem ouro para o pequeno produtor. O técnico mostra com clareza os pontos que ele pode melhorar para gerar bons resultados”.

Para o técnico, as ferramentas mostram que a atividade é lucrativa e estimula a sucessão familiar no campo. “O café é uma cultura muito importante para a economia no Sul de Minas e, em alguns casos, o produtor não enxerga isso por falta de um gerenciamento correto. Estou animado para começar e vou me dedicar para levar novas técnicas e bons resultados”, contou.

Produtor Arlindo José de Jesus Pala De Lelis (à esquerda) e o seu pai

Um dos produtores que quer integrar o programa é Arlindo José de Jesus Pala De Lelis, do Sítio Lelis. Ele trabalha junto com o pai, Arlindo Camilo De Lelis. O sítio possui 4,5 hectares de produção e, nesta safra, a família começou a exportar cafés especiais. 

“Nas minhas memórias de criança, sempre estou no meio do café. Parte da propriedade é uma herança do meu avô, por isso, participei do Programa Sucessão no Campo e vários outros cursos, oferecidos pelo Sistema. Se alguém me perguntar qual é a melhor instituição de capacitação para produtores do Brasil, com certeza, vou dizer que é o Sistema FAEMG/SENAR/INAES. Tudo que o Sistema oferece, nós abraçamos, pois sabemos que a qualidade é impecável. Quero muito ser contemplado com o ATeG Café+Forte, pois aacredito que vamos melhorar a produção e ainda mais a qualidade”, contou.