Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

Curso ensina receitas para quem tem restrição alimentar

SAÚDE
ESCRITO POR RICARDO GUIMARÃES, DE MONTES CLAROS
07/07/2021 . SISTEMA FAEMG, SENAR

Conviver com a restrição alimentar, devido à intolerância a certos tipos de produtos ou mesmo por conta de alergias, é desafiador. Essa é a realidade da arquiteta Fabrícia Rodrigues Costa, de 38 anos. Diagnosticada com intolerância a lactose e glúten, ela nem sempre acha produtos prontos ou matéria prima onde mora, Jequitaí. “Tenho que ir a Montes Claros [distante cerca de 100 km] comprar algo pronto e específico porque os ingredientes eu não achava aqui. Isso limita muito as receitas”. Foi pensando em situações como a vivenciada por Fabrícia e com o objetivo de apresentar novas perspectivas para uma alimentação mais inclusiva e saudável que o Sistema FAEMG/SENAR/INAES, através do Sindicato dos Produtores Rurais, levou pela primeira vez o curso de Produção Artesanal de Alimentos sem Glúten, Lactose e Açúcares para a cidade do Norte de Minas.

Doze pessoas participaram do treinamento, respeitando todas as normas de combate à covid-19. O curso ensina a preparar alimentos saudáveis, de olho na valorização regional e também oferecendo alternativas economicamente viáveis aos participantes. “As pessoas têm muita dificuldade de se alimentar quando tem que excluir algo da rotina, especialmente quando é algo comum, como é o caso do glúten. Então, colocam muitas barreiras para manter uma dieta correta, seja pelo valor dos produtos específicos ou por serem de cidades menores e não acharem itens satisfatórios. Este curso visa quebrar este pré-conceito e abrir o leque de opções. Não precisa deixar de comer, só modificar o hábito”, explicou a nutricionista e instrutora do curso, Keila Danielly Morais Silva.

Durante o curso, foi proposto que as receitas usassem sempre ingredientes do dia a dia, que existem na cidade ou no meio rural, e que podem ser produzidos artesanalmente. O resultado foi a produção de pizzas a bolos, tudo sem glúten, lactose ou açúcar. “Facilitou, e muito, a minha vida. Tudo ficou perfeito, excelente. Usamos o leite de inhame, por exemplo, que eu não imaginava que ficaria tão bom. Fizemos torta de legumes, farinha de arroz, entre outros”, contou Fabrícia.

A programação também atraiu olhares de empreendedores locais. Caso da Jakeline Alves de Souza, que é mobilizadora do Sindicato e tem uma pequena empresa de doces para festas. Para ela, a união da teoria e da prática, marcas do SENAR MINAS, vão ajudar os moradores de Jequitaí. “Nessa turma, havia várias pessoas com restrições alimentares.  Vimos na prática que, com os produtos que temos em casa, é possível suprir essa necessidade. Esperamos mudar este olhar para uma alimentação mais rica, usando nossos produtos nativos”.

“Sabemos que a região tem um público carente. Então, vamos aproveitar o que está no quintal, reduzindo custos e mantendo a saúde. E isso também vai valorizar o produto regional, a riqueza e cultura local”, destacou Keila Danielly.