Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

FAEMG e Idene buscam fortalecer o semiárido

MEIO AMBIENTE
ESCRITO POR ASCOM
10/05/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, FAEMG

 



O presidente do Sistema FAEMG, Antônio de Salvo, recebeu ontem (9/5) o diretor-geral do Idene, Carlos Alexandre Gonçalves, para discutirem a proposta do governo federal de retirar oito municípios do Vale do Jequitinhonha da região do semiárido brasileiro, desde a Resolução 150/2021 que propõe nova delimitação do semiárido.

Antônio de Salvo manifestou a disposição da entidade em caminhar com o Governo de Minas, especialmente com o Idene, na defesa da permanência dos municípios: Rubim, Salto da Divisa, Santa Maria do Salto, Jacinto, Bandeira, Jordânia, Mata Verde e Felisburgo na região do semiárido brasileiro.

Recurso protocolado
O diretor-geral do Idene, Carlos Alexandre, disse que o Governo de Minas protocolou o recurso e está atento à situação desde que o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) – por meio do Conselho Deliberativo (Condel) da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) – editou a Resolução 150/2021 que propõe nova delimitação do semiárido. Ele afirmou que Minas foi o único estado a apresentar recurso no prazo estabelecido, conforme orientação do governador Romeu Zema de que todos os esforços fossem envidados na causa. O Idene teve a parceria efetiva do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) na elaboração do recurso.
 
A questão pluviométrica é o principal argumento da resolução. No entanto, segundo informações do Sistema FAEMG, não existem estações nos municípios para medição e todos eles enfrentam escassez hídrica. Após discussão técnica de mais alguns pontos a serem acrescentados ao recurso, o diretor-geral do Idene agradeceu ao Sistema Faemg e reafirmou a posição do governo para que Minas Gerais não tenha nenhum município retirado do semiárido. A possível exclusão tiraria a possibilidade de crédito federal subsidiado e programas sociais destinados aos municípios mais carentes.

Como houve prorrogação de prazo para o recurso, o Idene se dispôs a receber as contribuições do Sistema FAEMG e, posteriormente, as duas instituições deverão se reunir com o Igam. O diretor-geral do Idene e o presidente do Sistema Faemg saíram otimistas na expectativa de que esse trabalho conjunto fortaleça a defesa dos municípios mineiros.