Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

Plano Safra – Posição do Sistema FAEMG

PLANO SAFRA
ESCRITO POR ASCOM
11/09/2020 . FAEMG

“De modo geral, o Governo Federal, por meio do MAPA negociando proximamente com o Ministério da Economia, anunciou informações condizentes com as demandas que foram apresentadas pelo setor produtivo, pela CNA, com a nossa contribuição.

É salutar o aumento do volume de recursos para R$ 236,30 bilhões a priorização de recursos controlados para o PRONAF, PRONAMP e para Programas de Investimento ABC, INOVAGRO, MODERINFRA e MODERFROTA. Nos auxiliarão a continuar produzindo com iniciativas que potencializam a sustentabilidade e incorporem tecnologia no campo.

Nas políticas de mitigação do risco verificamos avanços importantes, com o aumento de recursos para 1,3 bilhão e o trabalho forte do MAPA para melhoria dos produtos de seguro rural, atração de resseguradoras para o mercado brasileiro e de estudos de Zoneamento Agrícola de Risco Climático. Também foi lançado aplicativo que o produtor poderá ter acesso a informações de seguro rural. São ações muito importantes para nossa agropecuária e onde precisamos avançar ainda mais, possibilitando maior adesão dos produtores.

Destacamos a redução das taxas de juros de forma generalizada. Mas esperávamos que fosse melhor, dada a queda da SELIC e o estabelecimento da taxa, no dia de ontem em 2,25%, na reunião do COPOM. As taxas de juros do PAP estão acima da SELIC e esperávamos reduções mais consistentes. Entendemos que há oportunidade de trabalhar o arcabouço regulatório.

Continuaremos buscando ações e atentos aos desdobramentos para alteração de medidas estruturantes e redução dos CUSTOS ADMINISTRATIVOS E TRIBUTÁRIOS, do spread bancário.

Outro anúncio interessante é a medida para atenção ao setor sucroenergético, que vem enfrentando dificuldades decorrentes do mercado e reflexo da pandemia da COVID-19. No momento, o que se sabe é que a medida possibilitará formação de estoques, pelo BNDES, com atenção especial e negociação pela ministra da Agricultura. Aguardamos a publicação da normativa.

Consideramos que a publicação recente da Lei do Agro potencializará a captação de recursos e a desburocratização de medidas da política agrícola no país, o que poderá se somar as iniciativas do PAP, melhorando as condições para os produtores.”

Roberto Simões

Presidente do Sistema FAEMG