Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

Reunião da Conseleite discute custos da produção do leite

CONSELEITE-MG
ESCRITO POR ASCOM, WESLEY VIEIRA
25/11/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG
Participantes da reunião do Conseleite MG

Foi realizada na sede do Sistema Faemg Senar, nesta sexta-feira (25/11), a 45ª Reunião da Diretoria do Conseleite de Minas Gerais. Participaram os conselheiros representando os produtores rurais, membros da indústria, cooperativas e professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Durante a reunião, foi exibido o relatório final do projeto de atualização dos dados da produção do leite e derivados e a validação da nova estrutura do Conseleite Minas. Também foi destacado a supressão da linha do ‘valor de referência do leite padrão’, a partir de fevereiro, assim como a inclusão de parágrafo da resolução contemplando que serão considerados apenas os valores com revisão. Por fim, foram aprovados os valores de referência do mês de outubro e a projeção para novembro.

Estiveram presentes o vice-presidente de finanças do Sistema Faemg Senar, Renato Laguardia representando o presidente do Sistema e do Conseleite, Antonio de Salvo, o presidente da Comissão Técnica de Pecuária de Leite do Sistema, Jônadan Ma, o vice-presidente do Conseleite, representando o Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados no Estado de Minas Gerais (Silemg) e do setor industrial, Yago Silveira, os professores da UFPR, José Roberto Canziani e Vânia Guimarães, representantes de cooperativas e produtores rurais, além dos integrantes da Câmara Técnica do Conseleite Minas Gerais.

Jônadan Ma, Renato Laguardia e Yago Silveira

Melhor ferramenta para o campo

Renato Laguardia ressaltou o trabalho e parabenizou todos os envolvidos na atualização dos dados. “Essa atualização foi construída pela Câmara Técnica e pelos professores da UFPR ao longo de 2022. Agora vemos esse resultado de forma muito positiva. O Conseleite cresceu e vai crescer ainda mais com o trabalho em conjunto de todos. É dessa forma que podemos mostrar o melhor caminho para o nosso fortalecimento”.

De acordo com Renato, a atualização dos dados e a validação da nova estrutura do Conseleite é um marco histórico. “É uma grande evolução desse formato que vai gerar uma maior confiabilidade para os setores e, também, uma previsibilidade nos preços do leite. Tenho certeza que, com essas mudanças, o Conseleite será a melhor ferramenta para se utilizar no campo. Os produtores de leite devem fazer uso da calculadora que encontra-se no site do Conseleite para que eles possam ter o preço real do seu produto”.

Jônadan Ma avaliou o momento de muita emoção, destacando que o Conseleite poderá se transformar em uma ferramenta para melhor interação entre produtor e indústria e, também, para a criação do valor de referência que poderá ser adotado pelo produtor.

“O resultado da reunião foi fantástico. Essa boa integração e interação entre indústria e produtores é muito importante para a construção de um bom relacionamento. Vemos o quanto isso é essencial para quebrar um pouco daquele conceito de disputa que existe muito no setor produtivo. É preciso haver diálogo e concentrar o nosso foco naquilo que é bom para todas as partes. Tenho certeza de que nós ainda seremos modelos para o Brasil. Então em nome de todos os produtores e do Sistema Faemg Senar, quero dizer que demos um grande passo hoje”.

Jônadan Ma durante a reunião

Yago Silveira também comemorou a reunião que marcou a finalização dos estudos e a atualização de custos, tanto por parte da indústria, quanto por parte dos produtores. “Ficou evidenciado que o custo do produtor aumentou mais do que o da indústria e por conta disso haverá uma majoração do valor médio de referência do Conseleite que, de fato, traz ele mais próximo dos valores que o Cepea vem publicando ao longo dos últimos meses”, explicou.

Ainda segundo Yago, essa proximidade do Conseleite traz maior credibilidade, pois trata-se de uma calculadora importante para o setor de Minas já que leva em consideração o preço e o volume de vendas de todos os derivados. “Ele está mais próximo da realidade do que o próprio Cepea que conta o que aconteceu. O Conseleite, além de fazer o mesmo, traz uma previsão do que está acontecendo no próprio mês”.

Vania Guimarães como coordenadora da Câmara Técnica falou sobre o resultado da reunião. “Nós trouxemos para o conselho, os resultados de meses de trabalhos realizados pela Câmara Técnica, revisando os parâmetros utilizados para gerar os valores de referência na matéria prima leite que servem como base para livre negociação entre produtores de leite e indústria de laticínios de Minas Gerais. Os trabalhos da câmara técnica envolveram a revisão dos custos de produção do leite no estado, os custos de fabricação e comercialização dos derivados lácteos pelas empresas participantes e, consequentemente, a participação da matéria prima que é um parâmetro importante na geração de valores de referência divulgados pelo Conseleite de Minas”.

José Francelino Dias, presidente de cooperativa de produção de Patos de Minas, participou da reunião, reiterando o resultado dos outros participantes. “Aqui foi muito importante para buscar o ponto de equilíbrio que está faltando entre indústria, produtores e varejo. O Conseleite tem conseguido resgatar isso e colocar em uma condição mais agradável dentro da atividade. É extremamente importante e é um desejo antigo de Minas Gerais”.

Ao final, ficou definido que a próxima reunião acontecerá às 13h do dia 23 de dezembro, em formato online por meio de link que será enviado uma semana antes pela UFPR.