Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

SENAR inicia primeiras turmas no Programa Descubra

JOVENS
ESCRITO POR ASCOM
05/08/2022 . SISTEMA FAEMG, SENAR

O SENAR MINAS dá um importante passo em agosto para consolidar seu compromisso com o Programa de Incentivo à Aprendizagem de Minas Gerais – Descubra!. No dia 16, serão inauguradas as primeiras turmas ofertadas pelo SENAR dentro do projeto. As capacitações serão realizadas em conjunto com o Centro Socioeducativo de Ribeirão das Neves e os jovens atendidos participarão do curso de Pré-Formação Profissional Rural, que tem como objetivo desenvolver competências socioemocionais requeridas pelo mercado de trabalho.

As ações junto ao Descubra! estão sendo realizadas pela Gerência de Formação Profissional Rural e Promoção Social junto com a Gerência de Pedagogia do Sistema FAEMG. Para a gerente pedagógica Cristiane Trigueiro, a expectativa é que essa seja a primeira ação dentro do programa. “Outra expectativa é que possamos despertar nesse público o interesse de atuação no agronegócio, uma vez que o curso de pré-formação profissional também irá apresentá-los às várias oportunidades que o agro oferece para o jovem trabalhador”, revelou.

A analista de Formação Profissional do Sistema FAEMG Tatiana Ude Neiva Araújo fala sobre a importância de unir técnica e humanização. “Acreditamos que, para preparar esses jovens para o mercado de trabalho, é preciso trabalhar inicialmente as competências emocionais. Isso facilita o desenvolvimento de competências técnicas, formando profissionais mais conscientes e completos”, relata. 

A gerente Pedagógica do Sistema FAEMG, Cristiane Trigueiro, celebra o projeto como elemento de transformação. “É com felicidade que iniciamos nossas ações dentro do Programa Descubra. Poder contribuir com esse projeto é motivo de comemoração para nossa entidade, porque acreditamos no poder transformador que a educação pode exercer nas vidas das pessoas”, diz.

Parceiros:

Segundo a procuradora do Ministério Público do Trabalho (MPT), Luciana Coutinho, “a parceria do Sistema S é fundamental, enquanto serviço nacional de aprendizagem nacional, já que o principal foco do Descubra são as oportunidades de trabalho protegidos, que vêm através desses cursos. Todas as entidades do Sistema S e, especificamente, o SENAR no meio rural que atende empregadores dessa área, pode contribuir muito, já que temos uma vasta gama desse segmento que pode nos ajudar a fornecer essas vagas. Minas é um estado continental e temos todo interior para poder avançar. O Descubra começou na capital, mas pretende se interiorizar. Já temos 20 municípios e Ribeirão das Neves é um deles. E o SENAR pode ajudar ainda mais no interior do estado e com a sua expertise.” 

Para o promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Márcio Rogério de Oliveira,  “o SENAR é um parceiro importante, pois oferece formações para além do agro. Como o programa é de amplitude estadual e o interior tem uma vocação rural em várias regiões, a oferta de formação para o campo passa a ser uma alternativa importante para adolescentes e jovens dessas regiões, já que respeita a vocação desse lugar. Além de trazer oportunidades de outras entidades que extrapolam essa missão do agro, tais como, cursos de educação ambiental e outras capacidades de formação do SENAR”, avalia. 

Sobre o projeto:

O Descubra é resultado de uma cooperação interinstitucional que congrega esforços de 11 órgãos e instituições federais, estaduais e municipais que, em parte, é custeado com recursos revertidos pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Ele promove o acesso de adolescentes e jovens em condição de vulnerabilidade social a programas de aprendizagem e a cursos de qualificação profissional, com o objetivo de oferecer a chance de uma primeira experiência no mercado formal de trabalho e criando espaços efetivos de integração social e educacional.